16 de janeiro de 2021Informação, independência e credibilidade

Autor: Marcelo Firmino

Na Câmara, há quem diga que Arthur Lira não perde nem para um trem desgovernado

Na Câmara, há quem diga que Arthur Lira não perde nem para um trem desgovernado

Blog, Marcelo Firmino
O deputado federal Arthur Lira (PP-AL) é determinado e corre célere para ser o presidente Câmara no fevereiro que vem. Há quem sustente que do jeito que as coisas vão correndo será muito difícil alguém afastá-lo do seu objetivo. Alguns observadores do processo batem na tecla e sustentam: Lira não perde nem para um trem desgovernado. Hoje, quinta-feira, 15, o deputado alagoano fechou o apoio de 180 parlamentares da bancada evangélica. Essa, toda ela, ligada aos apstores Edir Macedo, Valdemiro Santiago, RR Soares e Silas Malafaia. Eles, todos, patrocinadores políticos do principal articulador da candidatura de Arthur Lira, que vem a ser sua excelência, Jair Bolsonaro, sem partido. Patrocinado por Rodrigo Maia, atual presidente da Câmara, o principal adversário de
Tara de Paulo Guedes é fechar ‘essa porra’ do Banco do Brasil

Tara de Paulo Guedes é fechar ‘essa porra’ do Banco do Brasil

Blog, Marcelo Firmino
A privatização do Banco do Brasil e o afastamento imediato de 5 mil funcionários virou uma verdadeira tara do ministro da Economia, Paulo Guedes. Foi numa reunião ministerial em abril do ano passado, com a presença do Presidente Jair Bolonaro, que ele vociferou  a plenos pulmôes: -Tem que vender logo essa porra! De lá pra cá, Paulo Guedes não pensa em outra coisa. No BB e na Caixa Econômica. Nos dois casos, as reduções  de agências pelo País fazem parte do processo de privatização sonhado pelo senhor Guedes. E a razão é única: ele é um agente a serviço tão somente do mercado financeiro. Trabalha para os banqueiros, não para os interesses coletivos da sociedade brasileira. Quem ganha dinheiro com banco é banqueiro e investidores do mercado. O resto paga para ter cartão de cr
Alfredo Gaspar entra no Caso Henri Castelli para usar o “pulso firme”

Alfredo Gaspar entra no Caso Henri Castelli para usar o “pulso firme”

Alagoas, Blog, Marcelo Firmino
O caso do espancamento sofrido pelo ator Henri Castelli, em Alagoas, ganhou repercussão nacional pela violência em si e por ser o mesmo um rosto das novelas globais. A violência é execrável. E o fato é que o cidadão foi vítima a ponto de fraturar a mandíbula e ser tratado na Santa Casa de Maceió. Em meio a isso tudo às redes sociais viraram uma loucura aqui, com muitos a defenderem -  e valorizarem a agressão -  e outros contrários. E piorou depois de uma certa youtuber chamada Fontenelle ter feito uma postagem atacando os alagoanos, como se todos tivessem participado da agressão ao Castelli, amigo dela. Preconceituosa e vulgar, madame Fontelle perdeu uma boa oportunidade de ficar calada. A maioria dos alagoanos é de paz. Vez por outra aparece um bando de playboys da eli
JHC discute retomada de projetos de trens para shopping e aeroporto

JHC discute retomada de projetos de trens para shopping e aeroporto

Blog, Marcelo Firmino
O prefeito de Maceió JHC (PSB) anunciou nesta segunda-feira, 12, a possibilidade de expansão da malha ferroviária de Maceió, a partir de projetos de mobilidade urbana da CBTU. Os dois projetos apresentados ao prefeito pela Companhia Brasileira de Trens Urbanos foram também oferecidos em gestões passadas, mas por falta de investimentos não saíram do papel. O primeiro, o trem  da estação ferroviária do Centro até o antigo Shopping Iguatemi, chegou a ser praticamente cantado em verso e prosa, anos atrás, pelo então senador Benedito de Lira (PP). O segundo, da praça Centenário até o Aeroporto, também foi ventilado desde a primeira gestão de Cícero Almeida na prefeitura de Maceió. Ficou só na lembrança. Agora, o prefeito JHC tem a oportunidade concretizar esses projetos, uma vez
Elite brasileira corre para os aeroportos para se vacinar na Europa e EUA

Elite brasileira corre para os aeroportos para se vacinar na Europa e EUA

Blog, Marcelo Firmino
Dólar a R$ 5,50 e o Euro a R$ 6,60.  Só mesmo para elite brasileira, que já encontrou um meio de buscar a imunidade contra a Covid-19. Ela está correndo para os aeroportos e saindo mundo à fora, para o chamado mercado do "turismo da vacina". Como o Brasil ainda não sabe quando sua população será vacinada, a elite nacional está comprando pacotes para garantir o direito de tomar a vacina contra a Covid-19, em qualquer clínica da Europa. A certeza de que garantirá a aplicação da primeira dose do imunizante está lotando aeroportos.  A segunda dose, a depender do dia D e da hora H, do Pazuello, e do ainda inexistente Plano Nacional de Vacinação, poderá ser aplicada aqui mesmo pelo SUS. Pois é.  O velho e bom SUS condenado por grande parte dessa gente varonil. Na Europa
Lembra do senador com dinheiro enfiado na bunda: volta ao cargo em fevereiro

Lembra do senador com dinheiro enfiado na bunda: volta ao cargo em fevereiro

Blog, Marcelo Firmino, Política
Estamos vivendo um inverno político que gerou, possivelmente, o pior parlamento dos últimos 20 anos no Estado brasileiro. As representações de Câmara e do Senado, salvo pequenas proporções, estão pouco se lixando para os interesses da coletividade. A maioria quer se dar bem. E se dar bem significa poder à base de tudo. Preferencialmente com dinheiro na cueca ou enfiado na bunda. Não importa. Mas, é bom que se diga,  essas representações que receberam mandatos nas duas casas são a cara da sociedade brasileira de então. Houve um tempo em que o parlamentar falgrado na picaretagem, no crime ou na falta de decoro era levado à Comissão de Ética e lá mesmo perdia o mandato. Hoje,  Câmara e Senado praticamente não têm Comissão de Ética. Existe na forma e não nas ações. Tanto
Vereador Valmir quer JHC ouvindo o Conselho de Saúde nas ações que envolvem o Covid

Vereador Valmir quer JHC ouvindo o Conselho de Saúde nas ações que envolvem o Covid

Blog, Marcelo Firmino
O vereador de Maceió Valmir Gomes (PT) manifestou preocupação com os atos do prefeito JHC (PSB) em relação a Covid-19, sem nenhum tipo de discussão com o Conselho Municipal de Saúde. Segundo ele, é importante que o conselho seja ouvido por que há diretrizes científicas que precisam ser observadas, em qualquer atitude que envolva  relação com a doença. "O prefeito não está ouvindo o conselho e isso nos preocupa. E quando falo não tenho apenas a preocupação como vereador, mas como médico que sou, com atuação nas comunidades de Maceió", disse Valmir. Ele declarou que está articulando uma reunião extraordinária do Conselho para ampliar a discussão sobre as questões do Covid na cidade. Além disso, destacou que  "estamos trabalhando um projeto a ser apresentado à Câmara Municipal
Bolsonaro tropeça na própria incompetência e põe a culpa no brasileiro

Bolsonaro tropeça na própria incompetência e põe a culpa no brasileiro

Política
O presidente Jair Bolsonaro segue tropeçando na própria incompetência para governar o País e tenta passar para a sociedade que o problema não é a  incapacidade dele para a função em que foi colocado, mas da própria população. Ao se isentar da responsabilidade pelos problemas brasileiros, ele praticamente lava as mãos e admite que nunca esteve preparado para governar nada. Nele ele próprio. Depois de dizer que não pode fazer nada pelo País, agora Bolsonaro culpa o povo brasileiro pelo desastroso índice de desemprego. São mais de 14 milhões sem ter um emprego formal. Disse aos apoiadores na porta do Palácio da Alvorada que a população não tem preparo para trabalhar. Há mais de 30 anos, o presidente é político - ele e a família inteira vivem da política - e, portanto, deveria
Pela primeira vez prefeito de Maceió toma posse e não revela secretariado

Pela primeira vez prefeito de Maceió toma posse e não revela secretariado

Blog, Marcelo Firmino, Política
Pela primeira vez na história o prefeito de Maceió asssume o cargo para comandar os destinos da cidade e não apresenta o seu secretariado. A equipe de governo, quando formada, diz muito do que deverá ser uma gestão. JHC (PSB) só revelou oficialmente o Secretário de Saúde, Pedro Madeiro. A expectativa é de que o novo prefeito revele nesta segunda-feira, 4 de janeiro, os demais integrantes da equipe de governo. Sabe-se que essa composição não é simples, principalmente por que além dos nomes técnicos há também os de interesses políticos. Mas, todos terão uma árdua missão pela frente, que é desenvolver políticas públicas que possam atender as demandas da população sem maiores traumas. Uma das primeiras medidas anunciadas pelo prefeito é exatamente a redução dos preços das pa
Galba Neto chega a presidência da Câmara refazendo a trilha do pai e do avô

Galba Neto chega a presidência da Câmara refazendo a trilha do pai e do avô

Blog, Expresso, Marcelo Firmino
O vereador  Galba Novaes de Castro Netto - o Galba Netto (MDB) -  chega à presidência da Câmara Municipal de Maceió, nesta sexta-feira, 1, refazendo  a trilha deixada pelo pai e o avô. Nos anos 80,  Galba Novaes, o avô, foi um atuante vereador de Maceió e, como a maioria dos componentes da casa na época, mantinha uma postura de embates dentro dos princípios da urbanidade. Ele, sempre no partido do governo,  presidiu a Câmara por dois mandatos. Em seguida deixou o legado para o filho Galba Novaes, que passou pela Câmara, foi presidente em mais de uma legislatura, e depois seguiu o rumo à Assembleia Legislativa, onde atua como parlamentar da bancada governista. Galba Netto herdou a estrutura política familiar e se tornou vereador em 2012, com quase 9 mil votos dos maceioenses