15 de abril de 2021Informação, independência e credibilidade
Personalidades

Castelli admite que quebrou mandíbula em agressão, não acidente: ‘Minha boca estava pendurada’

Ator global da novela Flor do Caribe era um dos “diferenciados” do réveillon da Barra de São Miguel, litoral Sul de Alagoas

No dia 30 de dezembro, o É Assim noticiou que Henri Castelli deu entrada no hospital Santa Casa de Maceió, após se envolver numa briga e ter a mandíbula fraturada.

O ator confirmou a internação através de sua assessoria, mas disse ter sofrido um acidente na academia. Porém, nesta segunda (11), Henri quebrou o silêncio sobre o caso e fez um desabafo recordando o que viveu. E ele realmente foi agredido:

“Não houve briga, eu fui agredido covardemente, puxado pelo pescoço, por trás, sem que tivesse antes sequer conversado com qualquer uma das pessoas que me agrediram. Não me parece que isso seja uma briga, eu não consegui nem reagir, fui jogado no chão e recebi chutes e socos”. Henri Castelli, em entrevista o Hugo Gloss.

O ator global da novela Flor do Caribe era um dos “diferenciados” do réveillon da Barra de São Miguel, que precisou de intervenção da polícia por causa das aglomerações que vão contra o decreto de distanciamento social do governo de Alagoas.

Questionado se a versão do acidente na academia poderia prejudicar a legitimidade da versão divulgada agora, o artista revelou ter provas suficientes de tudo que aconteceu naquele dia. E que preferiu contar que foi agredido primeiro à família e depois publicamente.

“Antes de mais nada se eu fosse responsável por algo eu diria, até porque há câmeras no local e testemunhas, de modo que a legitimidade da minha narrativa será atestada, também, através dessas questões”. Henri Castelli.

Mandíbula quebrada

A cirurgiã-dentista Rana Saleh, responsável por cuidar de Castelli, deu detalhes da gravidade do caso:

“Não é nada comum essa fratura. Mesmo em casos de agressão, em que há fraturas de dentes ou até mesmo a perda deles, não é comum ver um maxilar com uma fratura exposta, como a que eu vi. Para que isso ocorra, é necessário um impacto extremamente violento, visto que se trata de um osso compacto, estruturado. Então, a violência, com certeza, foi muito grande. Realmente, até pra mim, que sou profissional de saúde, foi assustador”. Rana Saleh.

Henri Castelli publicou uma série de stories em seu Instagram, reunindo detalhes sobre as agressões que sofreu e explica que decidiu dividir o que enfrentou no final do ano passado com “as pessoas que o querem bem”.

“Eu estava com alguns amigos, e do nada eu fui puxado pelas costas, pelo pescoço, jogado no chão e fui agredido. Vítima de socos e chutes que levaram a uma fratura exposta na minha mandíbula”. Henri Castelli.

Henri lembra que ainda no caminho para a Santa Casa já era possível perceber a gravidade da lesão.

“A impressão que eu tinha era que minha boca estava pendurada naquele momento. Liguei imediatamente para minha dentista que me orientou a ir para um hospital mais próximo. O médico e sua equipe que foram espetaculares, agradeço aqui publicamente”. Henri Castelli.

O artista explicou que os profissionais amarraram sua boca com um fio de aço, assim ele poderia fazer a cirurgia em São Paulo junto de sua dentista. As fotos desse período também foram compartilhadas com os seguidores.

Antes de voltar para casa, Henri ainda precisou viajar para Fernando de Noronha, onde tinha outros compromissos profissionais agendados previamente. Foi neste momento que ele e sua assessora de imprensa acharam por bem dar uma outra versão sobre a internação.