20 de abril de 2021Informação, independência e credibilidade
Esportes

CSA empata com Cruzeiro em confronto que teve homenagem para Felipão

Azulão cai uma posição, mas segue na caça do G4 da Série B

Cruzeiro e CSA empataram por 1 a 1, na noite desta terça (15), em partida válida pela 29ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro, no Independência, em Belo Horizonte. Os gols do jogo foram marcados por Pedro Lucas e Rafael Sóbis, um em cada tempo.

Com o resultado, o Azulão caiu uma posição na tabela e foi impedido de alcançar o G4, mas segue apenas 1 ponto distante da zona de classificação. Isso porque Sampaio Corrêa e Juventude, que estavam à frente do CSA, perderam suas partidas.

O empate foi pior para o time mineiro, agora em décimo lugar, com 39, a sete pontos da zona de acesso. Tecnicamente, ambos teriam a mesma pontuação, mas o Cruzeiro fora punido pela Fifa com a perda de 6 pontos, por causa de uma dívida com o Al Wahda.

Felipão

Antes da partida, o CSA resolveu fazer uma homenagem para Luiz Felipe Scolari nesta terça-feira, 15. O clube alagoano presenteou o profissional que já foi tanto treinador, quanto atleta da equipe. O momento foi compartilhado nas redes sociais.

O Superintendente de Futebol Lumario Rodrigues e o massagista Cosmo Domingues, entregaram em nome do CSA e da Nação Azulina, uma camisa e placa como homenagem ao profissional”.

“Toda história vencedora tem um começo de união e força. Felipão, um orgulho para o CSA. Em nome do Centro Sportivo Alagoano – CSA e de toda nação azulina, uma homenagem ao ex-atleta e técnico Luiz Felipe Scolari pelo exemplo de profissional e por tantas conquistas. Fazer parte dessa trajetória é um orgulho para nós”. Placa entregue para Felipão.

1 a 1

O Cruzeiro buscou pressionar a saída de jogo do CSA nos minutos iniciais do duelo no Independência, mas o time visitante não se intimidou. Conseguia trocar passes, valorizava a posse, equilibrou o duelo e conseguiu abrir o placar aos 25 minutos, depois que Yago fez cruzamento perfeito para Pedro Lucas cabecear às redes: 1 a 0.

A partida então teve domínio do Azulão. Aos 32, o CSA aproveitou que Manoel saiu jogando errado, Nadson acionou Andrigo, que finalizou. A bola desviou em Jadsom Silva e assustou Fábio. Aos 42, Pimpão cabeceou com muito perigo após cobrança de escanteio de Nadson. Já aos 46, Manoel evitou a finalização de Pimpão na hora certa. Mas o domínio não resultou em um segundo gol antes do intervalo.

No segundo tempo, o Cruzeiro voltou melhor e Matheus Mendes fechava a meta do CSA, mas aos 13, depois de uma defesa parcial, Sobis ficou com o rebote e finalizou às redes: 1 a 1, com o quinto gol do artilheiro do time na Série B.

O CSA mudou sua postura e passou a valorizar a posse de bola, esfriando o jogo. O Cruzeiro tentava pressionar a saída de jogo, mas a estratégia não surtia efeito e ainda deixava espaços no campo defensivo.

E o time alagoano quase aproveitou aos 37 minutos. Diego Renan cruzou para Pedro Lucas, que finalizou para defesa de Fábio, no susto, com o peito. E o goleiro voltou a salvar o Cruzeiro aos 42, em finalização de Victor Paraíba, assegurando o empate.

Próxima rodada

Os times voltarão a jogar na sexta-feira, ambos fora de casa, e diante de equipes que também brigam pelo acesso. O CSA visitará o Juventude no Alfredo Jaconi, enquanto o Cruzeiro vai enfrentar o Avaí na Ressacada.