24 de maio de 2022Informação, independência e credibilidade
Justiça

Fachinz diz que Brasil ganhou mais de 2 milhões de eleitores entre 16 e 18 anos

Número representa aumento de 47,2% em relação ao mesmo período de 2018 e aumento de 57,4% em relação aos quatro primeiros meses de 2014

O presidente do TSE (Tribunal Superior Eleitoral), ministro Edson Fachin, disse, hoje, que o Brasil ganhou, entre janeiro e abril deste ano, 2.042.817 novos eleitores entre de 16 e 18 anos, faixa etária cujo voto não é obrigatório.

O número, segundo ele, representa aumento de 47,2% em relação ao mesmo período de 2018 e aumento de 57,4% em relação aos quatro primeiros meses de 2014.

“No dia 2 de outubro [esses jovens] poderão comparecer às urnas para exercer o nobre e digno direito do voto. A juventude brasileira foi convocada a participar das eleições em outubro e a resposta foi impressionante”.

Conforme Fachin, o resultado é um reflexo da mobilização encabeçada pelo TSE “e que teve adesão espontânea da sociedade brasileira”.

Até março, o TSE havia registrado a menor quantidade de eleitores entre 16 e 18 anos desde 2004. Após campanha, que mobilizou até atores internacionais, como Mark Ruffalo e Leonardo Di Caprio, o número aumentou.