16 de junho de 2024Informação, independência e credibilidade
Blog

Julho Verde: campanha alerta sobre riscos do câncer de cabeça e pescoço

Doença causa mais de 10 mil mortes no Brasil a cada ano

Campanha conta com a participação da Liga Acadêmica de Oncologia integrada por estudantes da Ufal e Uncisal.
Campanha conta com a participação da Liga Acadêmica de Oncologia da Uncisal. (Foto: José Luiz Lemos)

 

*Por José Luiz Lemos {jornalista colaborador)

Próxima sexta-feira, 27 de julho, é Dia Mundial de Combate ao Câncer de Cabeça e Pescoço. Em Maceió, como em todo o país, as edições da Campanha Julho Verde, as ações vêm a cada ano ganhando mais força.

Segundo a médica Moana Cavalcante, cirurgiã de câncer de cabeça e pescoço, que representa em Alagoas a Sociedade Brasileira de Cirurgia de Cabeça e Pescoço (SBCCP), a campanha Julho Verde alerta para a importância do diagnóstico precoce do câncer, que se detectado em fase inicial, promoverá maior sobrevida É preciso que medidas preventivas e de cuidado cheguem até as pessoas com mais eficácia.

A especialista afirmou ao Blog que, apesar de toda a política de saúde pública ministerial de mais de uma década, muito pouco mudou na área de Cabeça e Pescoço. O câncer de cabeça e pescoço é um dos que mais gera impactos sociais, devido às sequelas impostas pela doença, relacionadas a sua fala, respiração, alimentação e alterações na aparência do indivíduo, comprometendo seriamente a sua inclusão social.

Com o tema “Seja a Voz dessa causa! Toda voz merece ser ouvida”, nesta edição, a campanha Julho Verde, busca levar informações por meio da entrega de panfletos explicativos, esclarecimentos sobre prevenção, sintomas e tratamento do câncer de cabeça e pescoço, assim como orientar a cerca dos procedimentos e direcionamentos pós diagnóstico.

Em Maceió

No último sábado, dia 21, foi montado um estande de divulgação da campanha Julho Verde, no Maceió Shopping, promovida pela SBCCP, com a participação da Liga Acadêmica de Oncologia da Uncisal, que também reúne estudantes da Ufal, Unit e Cesmac. Os visitantes participaram das atividades de conscientização e sensibilização, com apresentação de posteres informativos, esclarecimentos sobre a doença e entrega de panfletos.

Turistas, lojistas e consumidores foram atendidos no estande da campanha
Turistas, lojistas e consumidores foram atendidos no estande da campanha. {Foto: José Luiz Lemos}

O blog ouviu a aposentada paulista, Maria Isabel dos Santos, que está passando férias em Maceió, e aproveitou a ida ao shopping para se informar sobre a campanha. “Esta ação é de grande relevância, pois, muitas vezes nós nos preocupamos apenas com os tipos de câncer mais conhecidos, porém, os de cabeça e pescoço são mais silenciosos, daí é bom termos a informação de como prevenir e repassar para mais pessoas poderá resultar num tratamento melhor ou até mesmo a cura”, afirmou Isabel.

No Brasil, cerca de 10 mil pessoas morrem anualmente vitimadas pelo câncer de cabeça e pescoço, e somente este ano já foram detectados em toda a rede de saúde aproximadamente 42 mil casos. De acordo com Moana, o alto consumo de álcool e cigarro, e a infecção pelo vírus HPV são as principais causas da doença. Segundo ela, as pessoas devem procurar um especialista, assim que observarem feridas na boca, rouquidão e caroços no pescoço que não desaparecem em até três semanas.

Então é isso. A melhor prevenção é buscar informação. Clique aqui, para saber mais sobre a campanha nacional.