16 de abril de 2024Informação, independência e credibilidade
Justiça

Ministério Público apoia TV Gazeta e quer contrato renovado com Globo até 2028

Aval do MP para a emissora do ex-senador Collor será agora julgado pela Justiça

A Organização Arnon de Mello (OAM) conseguiu o aval do Ministério Público de Alagoas para garantir a continuidade do contrato de retransmissão do sinal da TV Globo pela TV Gazeta de Alagoas. O MP se posicionou favorável no processo judicial.

A informação foi veiculada pelo jornal Folha de S. Paulo. De acordo com a informação, o contrato tem prazo de validade até 31 de dezembro deste ano.

O contrato foi iniciado em 1975, quando a emissora alagoana foi inaugurada no bairro do Farol, em Maceió. A TV Globo decidiu não renovar o contrato pelo fato do uso político da emissora pelo ex-senador Fernando Collor, proprietário das empresas Gazeta no Estado, bem como pelo fato dele ter sido condenado pelo Supremo Tribunal Federal por corrupção.

Em processo de falência judicial, a Gazeta recorreu ao Tribunal de Justiça para evitar o cancelamento do contrato, alegando que sem ele não conseguirá pagar as dívidas e ainda terá que demitir mais de 200 funcionários. Ela pede que o contrato seja renovado até 2028.

A manifestação favorável do Ministério Público pode gerar uma reviravolta no caso, uma vez que a TV Globo já havia determinado que com a saída da TV Gazeta, a TV Asa Branca, de Caruaru, passaria a retransmitir o sinal para o Estado de Alagoas.

A ASA Branca já teria instalado transmissores em Maceió, segundo as informações, e iniciado a fase de testes do sinal da emissora. O caso agora será julgado pelo Léo Denisson Bezerra de Almeida

 

2 Comments

  • Talvez isso gere jurisprudência caso a emissora carioca da família Marinho consiga se desligar dessa afiliada, a uma situação parecida com a emissora Paulista da família Abravanel que não conseguiu fazer a troca de uma das suas afiliadas até o momento por impedimentos judiciais, vamos esperar cenas dos próximos capítulos.

  • Avatar Daniel

    MP o que é que está acontecendo?
    O cara foi condenado pelo STF e vocês dão um aval a favor desse bandido?
    Agora “Elle” estar pensando nos colaboradores que irão ficar desempregados? Irônico não?

Comments are closed.