17 de setembro de 2021Informação, independência e credibilidade
Blog

Nem todos que conhecem a verdade querem se libertar

“Conhecereis a verdade e a verdade vos libertará” – João 8:32.

O versículo bíblico que Bolsonaro gosta de repetir feito papagaio, quando não está “cagando” nos nossos ouvidos, pode ser um medidor de caráter e se voltar contra o próprio bolsonarismo.

Explico: se o bolsonarismo é a tal “verdade”, porque muitas lideranças e discípulos contrariam os princípios da seita, como aqueles que tomam vacina, por exemplo? É o tal do “faça o que eu digo, não faça o que eu faço”.

Até o guru dessa raça, o tal de Olavo de Carvalho, veio ao Brasil para tratar a saúde no Hospital da USP e, ainda, pelo Sistema Único de Saúde (SUS).

Carvalho é um dos papas do terraplanismo, mestre do conspiracionismo bolsonarista, idolatrado pelos celenterados da extrema-direita. É dele teorias como a de que a Pepsi é adoçada com fetos e aquela ameaça, digamos, mais constrangedora do que grave, contra Caetano Veloso.

Hoje, o velho asqueroso está no Brasil, se tratando num hospital de uma faculdade “tomada por comunistas”.

Prefiro trocar o João 8:32 pelo dito popular que diz ser o tempo o senhor da razão. A pesquisa Datafolha segundo a qual 51% dos entrevistados acham o presidente Bolsonaro desonesto, falso, incompetente, despreparado, indeciso, autoritário e pouco inteligente, mostra que muitos estão se libertando.

Mas, ainda tem muita gente que, mesmo diante da verdade esfregada na cara diariamente, prefere a prisão por birra, mau-caratismo ou pura limitação intelectual.