3 de agosto de 2021Informação, independência e credibilidade

Brasil

Brasil tem hoje 14,8 milhões de desempregados, segundo o IBGE

Brasil tem hoje 14,8 milhões de desempregados, segundo o IBGE

Brasil
O desemprego no Brasil marginalizando milhões de jovens que amargam na desesperança de um futuro sem perspectivas pela falta de oportunidades. O número de desempregados foi estimado em 14,8 milhões entre março e maio. Os dados integram a Pnad Contínua (Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua) com divulgação mensal. A taxa de desemprego no Brasil no trimestre  encerrado em maio  foi de 14,6%, informou o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) nesta sexta-feira (30). Com o resultado, manteve estabilidade em relação ao trimestre de dezembro de 2020 a fevereiro de 2021 (14,4%) e apresentou alta de 1,7 ponto percentual ante o mesmo trimestre de 2020 (12,9%). Pelas estatísticas oficiais do IBGE, uma pessoa está desocupada quando não tem emprego e segue
Fatiamento do Ministério da Economia enfraquece poder de Paulo Guedes que fica com menos R$800 bi

Fatiamento do Ministério da Economia enfraquece poder de Paulo Guedes que fica com menos R$800 bi

Brasil
Perdido em meio ao avanço do Centrão dentro do governo, o presidente Jair Bolsonaro agora ataca o Ministério da Economia do ex-posto Ipiranga, Paulo Guedes. Ao recriar o Ministério do Trabalho e do Emprego, só para abrigar Onyx Lorenzoni, Bolsonaro vai levar do ministério de Guedes 66% dos recursos orçamentários. O fatiamento da pasta de Guedes levará, segundo um levantamento realizado pela consultoria Associação Contas Abertas, representará aproximadamente R$ 800 bilhões, a menos no Ministério da Economia A reforma ministerial realizada por Bolsonaro para aliviar a fome de poder do centrão acabou por tirar órgãos importantes da Economia, como o Fundo de Ampara ao Trabalhador (FAT) e o Instituto Nacional de Seguridade Social (INSS), duas peças-chave na composição dos quadros
Incêndio na Cinemateca: Paulão diz que Bolsonaro é o presidente da destruição e da mentira

Incêndio na Cinemateca: Paulão diz que Bolsonaro é o presidente da destruição e da mentira

Brasil
O deputado federal Paulão (PT) disse nesta quinta-feira, 29, que além de ter a mentira como fundamento principal da gestão, o governo Jair Bolsonaro é também o da destruição. Segundo ele, o incêndio da Cinemateca Brasileira, em São Paulo, é a materialização e o retrato do governo "irresponsável e destruidor da cultura, da história,  da memória nacional e do patrimônio público". Para o deputado, a destruição da cinemateca está além do descaso do governo. Remete, disse ele, a improbidade e a prevaricação, uma vez que a gestão foi alertada por diversas vezes pelo Ministério Público Federal (MPF) para os riscos de incêndios da repartição pública. "Em tudo que é cobrado o Bolsonaro faz o contrário de forma criminosa por que acha que não tem responsabilidade com nada. E dessa forma
MPF já havia alertado várias vezes sobre risco de incêndio na cinemateca e governo não ligou

MPF já havia alertado várias vezes sobre risco de incêndio na cinemateca e governo não ligou

Brasil
Não foi por falta de aviso que a Cinemateca Brasileira, em São Paulo, incendiou. Os alertas foram muitos mas o governo Jair Bolsonaro não deu a mínima para o caso. Os alertas foram feitos pelo  Ministério Público Federal, em diversas oportunidades e desde julho de 2020, sobre o risco de incêndio na Cinemateca e o fato se consumou nesta quinta-feira, 29. Em 15 de julho do ano passado, o MPF ajuizou ação civil contra a União devido aos impasses em torno da gestão da instituição. “Tal urgência é por demais agravada diante da comprovada aceleração da degradação do acervo e do perigo real de incêndio (seria o quinto incêndio na história da Cinemateca, ou seja, um evento bastante previsível)”, afirmava o documento.  “O MPF já havia alertado a União e ao poder Judiciário federal
TSE rebate mentiras de Bolsonaro sobre as urnas eletrônicas no Brasil

TSE rebate mentiras de Bolsonaro sobre as urnas eletrônicas no Brasil

Brasil
O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) encaminhou a jornalistas no começo da noite desta quinta-feira, 29, diversas checagens rebatendo pontos do discurso do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) sobre supostas fraudes na urna eletrônica. Problemas nas teclas da urna e a suposta exclusividade do Brasil no uso do sistema eletrônico foram alguns dos pontos do discurso do presidente desmentidos pelo tribunal. No começo da transmissão ao vivo, Bolsonaro disse ter relatos de pessoas que tentaram votar em seu número na eleição presidencial de 2018 e foram impedidos pela urna, ao passo que pessoas que tentaram votar no então candidato do PT, Fernando Haddad, não enfrentaram problemas. O TSE esclarece que, neste caso, as pessoas estavam tentando votar em um candidato a governador e não a
Anvisa alerta sobre casos raros de Guillain-Barré após vacinação

Anvisa alerta sobre casos raros de Guillain-Barré após vacinação

Brasil
Casos raros de síndrome de Guillain-Barré (SGB) após a vacinação contra covid-19 têm sido relatados em diversos países, inclusive no Brasil, alertou a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). Em um comunicado divulgado nessa quarta-feira (28), a Anvisa informa que, até o momento, recebeu 27 notificações de casos suspeitos de SGB após a imunização com a vacina da AstraZeneca, além de três casos com a vacina da Janssen e outros quatro com a CoronaVac, totalizando 34 registros. A Anvisa explica que a SGB é um distúrbio neurológico autoimune raro, no qual o sistema imunológico danifica as células nervosas. Os episódios pós-vacinação (eventos adversos) também são raros, mas já conhecidos e relacionados a outras vacinas, como a da influenza (gripe). De acordo com a agência
Governo Bolsonaro acabou, só falta enterrar, diz Renan Calheiros

Governo Bolsonaro acabou, só falta enterrar, diz Renan Calheiros

Brasil, Política
O senador Renan Calheiros (MDB-AL), relator da CPI da Covid-19, disse nesta quarta-feira, 28, que o governo Bolsonaro acabou. Para ele, só falta enterrar. O senador destacou que "só não sabemos se esse velório será longo — será resolvido apenas na eleição — ou se esse velório acontecerá rapidamente - com processo de impedimento". "O certo é que o sepultamento um dia acontecerá e esse velório será concluído. Nós temos certeza por outro lado é que é muito difícil o defunto levantar do caixão. Essa é a circunstância que já chegamos no Brasil e na própria comissão parlamentar de inquérito", afirmou. Calheiros, que foi presidente do Senado quatro vezes, disse também que o suposto esquema de corrupção no Ministério da Saúde, denunciado pelo deputado Luis Miranda (DEM-DF), é "gigante
Caixa paga hoje auxílio emergencial a nascidos em outubro

Caixa paga hoje auxílio emergencial a nascidos em outubro

Brasil
Trabalhadores informais nascidos em outubro recebem hoje (28) a quarta parcela da nova rodada do auxílio emergencial. O benefício tem parcelas de R$ 150 a R$ 375, dependendo da família. O pagamento também será feito a inscritos no Cadastro Único de Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico) nascidos no mesmo mês. O dinheiro será depositado nas contas poupança digitais e poderá ser movimentado pelo aplicativo Caixa Tem. Somente de duas a três semanas após o depósito, o dinheiro poderá ser sacado em espécie ou transferido para uma conta-corrente. Também hoje, beneficiários do Bolsa Família com o Número de Inscrição Social (NIS) de dígito final 8 poderão sacar o benefício. Quarta parcela: crédito em poupança social digital Mês de nascimento dia do depósito J
Queiroga diz que adolescentes entre 12 a 17 anos serão incluídos na vacinação

Queiroga diz que adolescentes entre 12 a 17 anos serão incluídos na vacinação

Brasil
O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, anunciou hoje (27) que adolescentes de 12 a 17 anos serão incluídos no Plano Nacional de Imunização (PNI) contra a covid-19. A inclusão será iniciada após envio da primeira dose para a vacinação de adultos com mais de 18 anos. Adolescentes com comorbidades serão os primeiros a serem imunizados.  A medida foi acertada durante reunião entre o ministério e representantes de estados e municípios. https://twitter.com/minsaude/status/1420159705935228928 Também foi definido que, após a distribuição da primeira dose dos imunizantes para todo o país, o ministério deve decidir sobre a antecipação do intervalo entre as duas doses da Pfizer, que, atualmente, é de 90 dias. Na bula do fabricante, o intervalo é de 21 dias. A redução é estudada para a
Inscrições para o Fies do segundo semestre começam hoje

Inscrições para o Fies do segundo semestre começam hoje

Brasil, Expresso
As inscrições para o Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) do segundo semestre de 2021 começam hoje (27). Candidatos interessados podem efetuar a inscrição por meio do portal do programa até a próxima sexta-feira (30). Estudantes que realizaram o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) a partir da edição de 2012 podem pleitear uma bolsa no programa de financiamento deste ano. Os alunos devem ter média mínima de 450 pontos e nota superior a zero na redação do exame. O Fies tem por objetivo conceder financiamento a estudantes em cursos superiores particulares, com avaliação positiva nos processos conduzidos pelo Ministério da Educação e ofertados por instituições aderentes ao programa.