5 de março de 2024Informação, independência e credibilidade

Policia

Operação policial em Arapiraca mata dois suspeitos de assalto a bancos

Operação policial em Arapiraca mata dois suspeitos de assalto a bancos

Policia
A operação de Secretaria de Segurança Pública, comandada pela Divisão Especial de Investigação e Capturas (Deic), foi realizadanesta terça-feira, 06. Segundo as informações da polícia, os dois suspeitos foram mortos em confronto com os policiais do Deic. No entanto, mas que morreram no hospital de Emergência, após terem sido baleados. Os mortos foram identificados como José Edson Calixto e Fábio Júnior Félix Luduvico. No local onde estava, na zona rural de Arapiraca, foram apreendidas mais de mil munições, além de 10 armas de diversos calibres, um silenciador, uma mira laser e explosivos. O trabalho policial foi comandado pelo delegado Mário Jorge. Mas, a operação suspeita de que um policial militar estaria envolvido com a gang de assaltos a bancos no Agreste e Sertão alagoano

Maceió pode estar na rota do contrabando internacional de armas

Policia
A denúncia de que uma empresa alagoana estaria envolvida num esquema internacional de tráfico de armas mobilizou a Polícia Civil do Estado, que deu início a uma investigação para identificá-la. A empresa estaria envolvida num esquema descoberto pela Polícia Civil do Rio de Janeiro, depois da apreensão de 60 fuzis, dos modelos AK-47, AR-10 e G3, no Aeroporto do Galeão. As armas vieram dos EUA escondidos dentro de aquecedores, enviadas para cá por um brasileiro que vive em Miami, com quem alguém em Maceió, mantém contato. A PC carioca revelou que foi a maior apreensão já registrada no país. Cada fuzil custa em média R$ 8 mil, e seriam vendidos para criminosos por R$ 70 mil. A investigação revelou o nome de Frederik Barbieri, considerado o maior traficante de armas do Brasil. Ele teria

Rocha Loures, o homem da mala de Temer, é preso em Brasília

Brasil, Policia
A  Polícia Federal prendeu neste sábado, 3, em Brasília, o ex-deputado federal Rocha Loures, o homem da mala dos R$ 500 mil de propina que seriam destinados ao Presidente Michel Temer. Rodrigo Rocha Loures (PMDB-PR), ex-assessor especial do presidente Michel Temer. Loures foi preso preventivamente em Brasília, e levado para a Superintendência da PF no Distrito Federal. O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, havia pedido, novamente, na quinta-feira (1º) ao Supremo Tribunal Federal (STF), a prisão preventiva de Loures, flagrado pela Polícia Federal recebendo uma mala com R$ 500 mil na Operação Patmos, investigação baseada na delação premiada da JBS. O pedido foi feito após o ex-ministro da Justiça Osmar Serraglio voltar para o cargo de deputado federal. Com o retorno, Loures,
Deputado denuncia na Câmara violência policial em escola do Estado

Deputado denuncia na Câmara violência policial em escola do Estado

Policia
Em discurso na Câmara Federal, o deputado Paulão (PT) denunciou a violência policial dentro de uma escola da rede estadual, em Maceió, quando o Grupo de Batalhão Escolar foi acusado de promover uma série de espancamentos a estudantes dentro da sala de aula. Um video que correu as redes sociais mostra as cenas de violência patrocinadas pelos policiais, segundo o deputado, que encaminhou o caso para a Comissão de Direitos Humanos e Defesa das Minorias, da Casa, fórum do qual é presidente. O episódio de violência policial contra estudantes aconteceu no dia 24 deste mês na Escola Estadua Campos Texeira, no bairro de Ponta da Terra, em Maceió. Na manifestação de protesto feita no plenário da Câmara, o deputado cobrou apuração célere dos órgãos de segurança, da Procuradoria Geral de
PM é acusada de realizar contratos irregulares com danos de R$ 300 mil

PM é acusada de realizar contratos irregulares com danos de R$ 300 mil

Policia
A Polícia Militar de Alagoas está sendo acusada de promover contratos irregulares de quase R$ 300 mil para compra de uniformes e peças dos próprios uniformes para corporação. A acusação vem do Ministério Público de Contas. O parecer sobre as irregularidades na PM alagoana foi emitido pela 2ª Procuradoria de Contas, com base na análise de contratos realizados em 2009, cujo valor à época totalizava R$ 285.493,35. A PM foi citada para que no prazo de 15 dias apresente defesa, enquanto o processo com as irregularidades segue para o Ministério Público Estadual (MPE). Os valores - Segundo o procurador de Contas Pedro Barbosa Neto, desse total pago indevidamente, R$ 103.182,35 corresponde ao aumento do valor do contrato sem qualquer justificativa, e R$ 182.311,00 são resultados da má distribui
Polícia Federal usa 20 homens para prender o ex-prefeito Celso Luiz

Polícia Federal usa 20 homens para prender o ex-prefeito Celso Luiz

Policia
Vinte policiais federais formaram o contingente do efetivo utilizado pela Instituição em Alagoas para prender o ex-prefeito de Canapí e Mata Grande, Celso Luiz Brandão Malta. Celso foi preso na própria residência, no Condomínio Aldebaran, em Maceió. A operação Deusa da Espada, deflagrada na manhã desta sexta-feira, 12, prendeu três pessoas incluindo o ex-prefeito. Além dele, são os ex-secretários Jorge Valença e Carlos Alberto, e o ex-vice-prefeito de Canapi, Genaldo Vieira. Eles  são acusados dos crimes de lavagem de dinheiro, desvio de verbas federais, organização criminosa e fraude à lei de licitações. Celso Luiz e os dois outros presos foram enquadrados pela Polícia Federal dentro de uma Organização Criminosa, que segundo a PF, é   responsável por um prejuízo que chega a R
Megaoperação do Gecoc desarticula quadrilha de roubo e tráfico de drogas

Megaoperação do Gecoc desarticula quadrilha de roubo e tráfico de drogas

Cotidiano, Policia
Investigações do Grupo Estadual de Combate às Organizações Criminosas (Gecoc) e da Divisão Especial de Investigação e Capturas (Deic), por meio da Delegacia de Roubo de Cargas, levaram  policiais de Alagoas e Pernambuco a campo, na madrugada desta quarta-feira, numa megaoperação para desarticular uma quadrilha interestadual de roubo e tráfico de drogas. A operação envolve, além de outros batalhões e delegacias, unidades especializadas como o Bope, Tigre e Grupamento Aéreo. Eles cumprem 49 mandados expedidos pela 17ª Vara Criminal da Capital, sendo 26 de busca e 23 de prisão - dos quais 7 estão sendo cumpridos dentro dos presídios, ou seja, são representação contra reeducandos do sistema prisional, cuja participação no grupo criminoso foi detectada durante as investigações. De ac

PF faz buscas e apreensões nas casas de Washington Luiz e Inácio Loyola

Policia
A Polícia Federal faz nesta manhã de sexta-feira, 28, buscas e apreensões  nos apartamentos do desembargador afastado Washington Luiz e do irmão dele, deputado estadual Inácio Loyola, na rua Cláudio Ramos, na Ponta Verde, em Maceió. Os policiais tiveram que aguardar na porta do prédio do deputado Inácio Loyola para que o porteiro chegasse para abrir o apartarmento, uma vez que ele havia viajado com a família na noite anterior. O desembargador Washington Luiz, ex-presidente do Tribunal de Justiça, foi afastado do cargo por determinação do CNJ, por suposto envolvimento com a máfia da merenda.
Mesa da Assembleia recomenda prudência sobre ‘Sururugate’

Mesa da Assembleia recomenda prudência sobre ‘Sururugate’

Policia, Política
Depois da operação "Sururugate" nos departamentos de Recursos Humanos e Financeiro da Assembleia Legislativa, a Mesa Diretora da Casa emitiu nota pedindo prudência das autoridades em relação aos fatos. Eis o teor da nota: -A Assembleia Legislativa foi alvo, nesta manhã, de ação de cumprimento de mandado judicial, referente a uma investigação circunscrita ao período de 2010-2013. Preliminarmente, o Poder assim se manifesta: 2-Sobre a acusação de suposta presença de beneficiários do Bolsa Família na folha de pessoal, causa espécie a constatação da falta de integração e de acesso das demais esferas de poder ao cadastro do mencionado Programa, que é de responsabilidade federal. A restrição é tanta que o próprio Congresso Nacional já discute projeto de lei pelo qual garante ao cidadão
Federal invade Assembleia Legislativa e faz buscas e apreensões

Federal invade Assembleia Legislativa e faz buscas e apreensões

Policia, Política
Depois da operação Rodoleiro, no Tribunal de Contas, agora a Polícia Federal chega à Assembleia Legislativa, em uma nova operação que chama a atenção pelo aparato montado em frente ao prédio do poder. A Federal cumpre mandado de busca e apreensão nas dependências da Assembleia, em uma operação que tem a ver com a sonegação de imposto de renda. No local, policiais recolhem documentos considerados  nos departamentos de Recursos Humanos e Financeiros. A Mesa Diretora, supreendida com a operação, ainda não sabe explicar exatamente as razões das investigação da PF no parlamento estadual. Junto com os policiais, um grupo técnico da da Controladoria Geral da União (CGU)  participa da operação, analisando documentos apreendidos.