8 de março de 2021Informação, independência e credibilidade
Política

Paulão diz que Bolsonaro fez sabotagem contra a saúde pública

Deputado quer que congresso retorne às atividades diante da inércia e omissão do governo na crise.

 

Paulão: Até quando Bolsonaro vai fazer sabotagem da saúde pública no País?

“O País está sem governo e o Congresso precisa, urgentemente, retomar as suas atividades para cumprir o seu papel constitucional”. A declaração é do deputado federal Paulão (PT-AL).

De acordo com o deputado, o governo Bolsonaro instituiu a sabotagem ao sistema de saúde brasileiro, “o que representa um crime grave”.

Segundo ele, não faz mais sentido o parlamento se manter de recesso até fevereiro em meio à omissão e a inércia do governo  no colapso da saúde pública no País, sobretudo na capital do Amazonas.

Destacou que é fundamental o retorno para aprovar a prorrogação do estado de calamidade no País, bem como o auxílio emergencial para a população em situação de exclusão social, que cresce assustadoramente no País.

Disse Paulão que o Partido dos Trabalhadores encaminhou expediente aos presidentes da Câmara, Rodrigo Maia, e do Senado, Davi Alcolumbre, propondo “mapear e acompanhar os estágios de outros Estados e municípios, como forma de antecipar e prevenir eventuais situações de colapsos, diante da falta de um plano logístico do governo federal”.

Além disso, disse que o partido defende como necessário a criação de estratégias para a superação da situação de colapso do sistema de saúde de Manaus.

O que não pode agora, declarou o deputado, é o Congresso também se omitir diante de um quadro da mais alta gravidade como esse.

 

One Comment

  • Avatar Tony

    O nobre deputado federal Paulão sofre de falta de memoria ou é muito cara de pau. Esqueceu o que o PT fez com a saúde pública durante o período que governou o Brasil. A corrupção ainda existe no Brasil, mas proporcionada por funcionários públicos da era PT, que ainda permanecem no Governo Federal (sem o conhecimento do presidente Bolsonaro), viciados em propinas.

Comments are closed.