27 de junho de 2022Informação, independência e credibilidade
Maceió

Pinheiro: Serviço Geológico ilustra diferenças entre Mapa de Feições e Mapa de Risco

Estudo procura esclarecer o surgimento de rachaduras na região

A partir dos estudos iniciados pelo Serviço Geológico do Brasil (CPRM) no bairro Pinheiro, para esclarecer o surgimento de rachaduras na região, dois mapas foram elaborados.

O primeiro, o Mapa de Feições, é resultado dos levantamentos técnicos realizados por pesquisadores da CPRM e que delimita a área afetada pelo fenômeno ainda de causa desconhecida, com identificação dos locais onde foram observadas mais ou menos evidências.

Já o Mapa de Riscos, elaborado pela Defesa Civil de Maceió, é um produto que faz parte do Plano de Contingência.

O Mapa de Feições foi entregue pela CPRM em julho do ano passado, tendo sido atualizado no mês de setembro. Segundo técnicos do órgão vinculado ao Ministério de Minas e Energia, o documento aponta a direção e persistência das trincas e rachaduras em imóveis e vias públicas, além da presença de buracos e sumidouros.

As informações relativas aos níveis de intensidade (alto, médio e baixo) exibidos no Mapa de Feições tratam da classificação das evidências de instabilidades do terreno observadas nos meses de junho e outubro de 2018.

Mapa de Feições

Conforme também esclarece a CPRM, a identificação e classificação das evidências foram feitas por meio de levantamento e observação de indícios de movimentação/deformação do terreno ao longo de ruas e residências do Pinheiro. O levantamento teve por objetivo:

  • Identificar as principais características e áreas de influência do processo de instabilidade do terreno no Pinheiro;
  • Identificar as áreas de maior intensidade das feições de instabilidade;
  • Apresentar um mapa com os graus de instabilidade do terreno para nortear as ações da Defesa Civil de Maceió;
  • Apontar as áreas prioritárias para avaliação da equipe de engenharia sobre as condições estruturais das edificações;
  • Subsidiar a elaboração do Plano de Contingência;.
  • Subsidiar a escolha e locação das futuras investigações.

Detalhado com legendas e fotos, o Mapa de Feições pode ser conferido clicando aqui.

Ele apresenta as classes de instabilidade com maior e menor grau de deformação de imóveis (trincas e rachaduras), dividindo-as em áreas. A área vermelha corresponde aos locais com maior intensidade de deformação.

Ou seja, com maior concentração de trincas/rachaduras em imóveis ou vias públicas ou onde ocorrem trincas/rachaduras com maiores aberturas, indicando que o processo de deformação do solo é mais intenso nesta área. Já as áreas laranja e amarela correspondem aos locais onde esse processo foi identificado como de intensidade média e baixa.

Mapa de Risco

O Mapa de Risco foi elaborado por técnicos da Defesa Civil de Maceió, com orientação da Defesa Civil Nacional, sendo um documento exigido por lei para compor o Plano de Contingência. A elaboração do Mapa de Risco considera o Mapa de Feições, priorizando o atendimento e a evacuação conforme as áreas de maior gravidade na instabilidade do terreno.

Dentro do Plano de Contingência, o Mapa de Risco aponta as áreas em que devem ser adotadas as medidas em caso de qualquer emergência. Clique aqui e entenda o que é o Plano de Contingência.

O Plano de Contingência foi elaborado para a preparação, monitoramento e resposta a desastres na região e estabelece procedimentos a serem adotados pelas instituições envolvidas direta e indiretamente nas ações em caso de socorro e prevenção.