16 de abril de 2024Informação, independência e credibilidade
Blog

Prefeitos do Brasil são convocados para nova marcha em Brasília dia 6

Marcha em protesto contra a reoneração da folha previdenciára das prefeituras e pela reeleição do presidente da CNM, que há 27 anos está no poder

Marcha em protesto contra a reoneração da folha previdenciara, mas em ritmo de campanha

No próximo dia 6 de março, prefeitos de todas as partes do País vão em marcha para Brasília, para uma manifestação contra à medida provisória (MP) que revogou a reoneração sobre a folha de pagamento de 17 setores da economia.

O protesto dos prefeitos está em um item bem específico. A MP deixou de fora da reoneração a cobrança previdenciária sobre as folhas de pagamento das Prefeituras.

Na tramitação da matéria no Congresso Nacional, os parlamentares estabeleceram a desoneração da folha com uma alíquota previdenciária para os municípios na ordem de 8%.

A Medida Provisória do governo retoma a discussão e defende  a cobrança de 20% de alíquota.

O presidente da Confederação Nacional dos Municípios (CNM), Paulo Zulkoski, reagiu e quer invadir Brasília com os prefeitos brasileiros.

Certamente, a iniciativa do governo não se sustentará. E, obviamente, haverá negociação para o bom termo da questão.

Quanto ao personagem presidente da Confederação, a questão é outra. É a manutenção do poder a todo o custo.

Paulo Zulkoski (MDB-RS) é candidato a reeleição de presidente da CNM.

O detalhe: Ele já preside a entidade há 27 anos. Foi eleito à primeira vez em 1997.

Um velho político alagoano, defensor da ditadura militar, costumava dizer que alternância no poder é pura balela.

E arrematava: – O bom mesmo é tê-lo como propriedade particular.