20 de abril de 2021Informação, independência e credibilidade
Maceió

Prefeitura de Maceió inicia entrega dos kits merendas da agricultura familiar

Açúcar, batata-doce, macaxeira e leite em pó serão os alimentos presentes nos kits

Os alunos da rede municipal de ensino vão receber 49 mil kits de merenda escolar para suprir a ausência do alimento nesse período de pandemia e da suspensão das aulas presenciais.

A entrega começa a ser feita nesta terça-feira (26) a todas as unidades de ensino da Secretaria Municipal de Educação (Semed). O anúncio foi feito pelo secretário Elder Maia, que considerou imprescindível a medida diante do cenário pandêmico.

Nesta terça (26) o prefeito JHC e o secretário de Educação, Elder Maia, farão a entrega simbólica do primeiro kit para uma família, no CMEI Breno Agra.

O secretário ressaltou a urgência da entrega dos alimentos como forma de manter o vínculo do aluno com a escola, além de representar uma ação de cidadania.

“É imprescindível para gerar bem-estar, inclusão e dignidade para nossas crianças, jovens e das famílias. Em 20 dias conseguimos destravar esse processo, que estava parado e não foi solucionado pela gestão anterior”. Elder Maia.

Maia aproveitou para garantir que ações semelhantes a essa devem se repetir. “É um direito das crianças e jovens a alimentação escolar. Essa ação é uma prova inconteste de que, com energia, empatia e muita dedicação, marcas da gestão do prefeito JHC, conseguiremos sempre avançar e realizar ações extremamente necessárias como esta”, acrescentou o secretário.

A coordenadora do setor de Nutrição e Alimentação da Semed, Anna Carla Luna, explica a logística de distribuição dos kits merenda.

“Uma escola sede receberá os mantimentos, que serão organizados e enviados em formato de kits para as escolas filiadas, sendo consequentemente distribuídos aos pais e alunos”. Anna Carla Luna.

Por se tratar de itens perecíveis, a distribuição ocorrerá exclusivamente no dia anunciado e é recomendado que se levem sacolas próprias para o transporte. Todos os protocolos sanitários serão seguidos, sendo obrigatório o uso de máscaras. Além disso, orienta-se de que o responsável pelo aluno, no caso de ser menor, leve uma caneta própria para assinar o recebimento do material.

Composto por gêneros da agricultura familiar, os kits atendem o que estabelece o  Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE), sendo assegurada toda a qualidade requisitada pela legislação. Anna Luna esclarece que a aquisição de alimentos pela agricultura familiar traz muitos benefícios para a segurança alimentar e ajuda no desenvolvimento da economia local.

“A aquisição de alimentos pela agricultura familiar é uma política consolidada em 2009 e tem uma importância enorme para os nossos alunos, devido a qualidade nutricional. Quanto mais próximo o produtor está do consumidor, melhor a qualidade dos alimentos. Além disso, existe a questão econômica-social que ajuda financeiramente os produtores locais e que consequentemente deixam impostos no estado”. Anna Carla.

As escolas sedes serão espaços para organização desses kits. Os pais e os responsáveis dos alunos vão receber os alimentos nas escolas onde os filhos estudam e são matriculados. Todos os alunos da rede de ensino serão contemplados.

As datas da distribuição em cada escola já foram definidas e seus horários serão estabelecidos de acordo com as diretoras e diretores das escolas e Centros Municipais de Educação Infantil, CMEIs.

A distribuição de kits de merenda escolar no período da pandemia do novo coronavírus se tornou possível após aprovação de projeto de lei, cujo relator foi o senador alagoano Rodrigo Cunha, em 2020.