29 de maio de 2022Informação, independência e credibilidade
Alagoas

Renan Filho implanta de forma imediata o novo piso nacional da Educação

Salário passou de R$ 2.886 para R$ 3.845, reajuste de 33,24%; em Alagoas já era de R$ 3.115

O governador Renan Filho anunciou, na tarde desta quinta-feira (27), que Alagoas vai implantar, imediatamente, o novo Piso Nacional da Educação, que passou de R$ 2.886 para R$ 3.845, reajuste de 33,24%. O anúncio foi feito por meio de transmissão ao vivo pelas redes sociais.

“O Piso Nacional dos Professores era R$ 2.886. Aqui em Alagoas, nós já pagávamos R$ 3.115 aos professores aposentados, que possuem Magistério, não possuem licenciatura plena; e aos professores com licenciatura curta. A maior parte, nessa categoria, já está aposentada. Mas, como houve a elevação do Piso Nacional da Educação, nós vamos reajustar esse salário e ele vai pular para o valor de R$ 3.845. É a garantia do aumento para todos os professores que estavam em Magistério ou em Licenciatura Curta. Todos os outros, com Licenciatura Plena em nível superior, já tinham tido o aumento no Plano de Cargos e Salários”. Renan Filho.

Ele explicou que como o Governo do Estado já quitou a folha salarial de janeiro, a diferença do reajuste será paga no dia 10 de fevereiro. “Valorizar a educação significa garantir, sempre, dias melhores para Alagoas. Estou anunciando o novo Piso Nacional da Educação e Alagoas implanta imediatamente”, afirmou.

Em outubro do ano passado, o governador sancionou a Lei 8.533/2021, que altera o Plano de Cargos, Carreira e Salários (PCCS) da Educação de Alagoas. A revisão do plano beneficiou todos os servidores ativos e inativos com cerca de 40% de aumento no piso salarial, além de outras melhorias, contemplando 17.500 professores e cerca de 10 mil profissionais de outras funções.

“O novo Plano de Cargos e Salários, somado ao Programa Professor Mentor, que paga uma bolsa de R$ 1.500, garante ao professor alagoano, hoje, a maior remuneração para o Magistério no Brasil”. Renan Filho.