24 de maio de 2024Informação, independência e credibilidade
Blog

Santa Catarina chega a número emblemático: 22 prefeitos presos por corrupção

O histórico de prefeitos bolsonaristas presos e assessores com declarações famosas já é recorde. E se os presos fossem do Nordeste?

Prefeito Clézio é 22º preso em Santa Catarina por corrupção, em operação do Gaeco

Eis que o Estado de Santa Catarina, um dos mais contundentes na defesa do bolsonarismo e da extrema direita no País, atinge nesta segunda-feira, 29, um número emblemático: 22.

Trata-se do número do PL, partido dito conservador, em nome da Pátria, de Deus, e da família.

Pois bem. Santa Catarina teve hoje o seu 22º prefeito preso por corrupção. A corrupção foi e é tema de discursos desmedidos dos que dizem querer moralizar a política nacional, com a separação de bons e maus, na régua deles.

Pura balela. No fundo, o que interessa é o poder. E uma vez nele vale tudo. Notadamente, a corrupção.

Na 5ª fase da Operação Mensageiro do Gaeco – grupo do Ministério Público Estadual que atua contra organizações criminosas – foram presos o prefeito Clezio Fortunado, bolsonarista declarado, e  o vice, Jaime Antônio de Souza (PL), da cidade catarinense de São João do Itaperiú, na região norte do Estado.

A Operação Mensageiro apura esquema de fraude em licitação, corrupção ativa e passiva, organização criminosa e lavagem de dinheiro nos setores de coleta e destinação de lixo, de abastecimento de água e de iluminação pública em diversas regiões de Santa Catarina.

Mas, Itaperiú tornou-se conhecida nacionalmente, quando o secretário de Administração Municipal, Osair Antônio de Souza, da gestão do prefeito Clezio, fez sua mais famosa declaração pública contra a corte de justiça:

“Se ganhasse na loteria, não ficava um vivo nesse STF. Iriam os onze pro pau. Gastaria tudo pra pagar um drone pra explodir aquela merda toda lá, no tal do poder judiciário. Mataria uns inocentes, mas não faria mau (SIC), morreriam por uma boa causa”, disse ele.

E foi na mesma época que o dito secretário atacou a então ministra Rosa Weber, do Supremo Tribunal Federal (STF), com outra declaração que não incomodou o prefeito. Disse a autoridade municipal sobre a ministra: –É uma puta (que) vai ser eternamente estrupada (SIC) pelo diabo no inferno.

Enfim, lá 22 prefeitos ditos de direita foram presos por corrupção.

Agora, imagina só se os 22 prefeitos presos fossem da região Nordeste, o que essa gente não estaria dizendo?