27 de novembro de 2021Informação, independência e credibilidade
Blog

Se o governo Bolsonaro fosse um poema, seria escrito por Manuel Bandeira

Os versos do poeta Manuel Bandeira (19 Abril 1886 – Recife, Pernambuco, Brasil | 13 Outubro 1968 – Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, Brasil) traduzem em trágicas linhas a miséria humana imposta pelas políticas desastrosas do governo Bolsonaro.  Escrito em 1947, o poema “O Bicho”, infelizmente, continua atual. Sinal de como retrocedemos. Leia:

O Bicho

Vi ontem um bicho
Na imundície do pátio
Catando comida entre os detritos.

Quando achava alguma coisa,
Não examinava nem cheirava:
Engolia com voracidade.

O bicho não era um cão,
Não era um gato,
Não era um rato.

O bicho, meu Deus, era um homem.

Rio, 27 de dezembro de 1947