15 de agosto de 2022Informação, independência e credibilidade

Tag: AI-5

Carlos Bolsonaro é identificado como articulador em esquema criminoso de fake news pela PF

Carlos Bolsonaro é identificado como articulador em esquema criminoso de fake news pela PF

Política
Em inquérito sigiloso conduzido pelo STF (Supremo Tribunal Federal), a PF identificou o vereador Carlos Bolsonaro, filho do presidente Jair Bolsonaro, como um dos articuladores do esquema criminoso de fake news. Um dos quatro delegados que atuam no inquérito é Igor Romário de Paula, que coordenou a Lava Jato em Curitiba quando Sergio Moro, agora ex-ministro da Justiça, ​era o juiz da operação. Maurício Valeixo, diretor da PF demitido por Bolsonaro, foi superintendente da polícia no Paraná no mesmo período e escalado por Moro para o comando da polícia. Dentro da Polícia Federal, não há dúvidas de que Bolsonaro pressionou Valeixo, homem de confiança de Moro, porque tinha ciência de que a corporação havia chegado ao seu filho, chamado por ele de 02 e vereador do Rio de Janeir
Governadores divulgam carta em repúdio a discurso de Bolsonaro em ato pelo AI-5

Governadores divulgam carta em repúdio a discurso de Bolsonaro em ato pelo AI-5

Política
Governadores divulgaram uma carta aberta neste domingo (19) repudiando participação e discurso do presidente Jair Bolsonaro em ato pelo fechamento do Congresso Nacional e do STF (Supremo Tribunal Federal) e contra as medidas de isolamento social pela epidemia do coronavírus. 20 governadores divulgam agora Carta Aberta em defesa da Democracia. Manifestamos também solidariedade aos presidentes da Câmara, @RodrigoMaia, e do Senado, @davialcolumbre, em face de declarações de Bolsonaro. pic.twitter.com/ThWSwL3HsP — Flávio Dino 🇧🇷 (@FlavioDino) April 19, 2020 Na carta, os governadores manifestam apoio aos presidentes da Câmara dos Deputados e do Senado, Rodrigo Maia (DEM-RJ) e Davi Alcolumbre (DEM-AP), respectivamente, em documento que não contou com assinatura dos governadores do A
Bolsonaro do Covid-19 ao AI-5, mirando 2022

Bolsonaro do Covid-19 ao AI-5, mirando 2022

Política
Este foi um final de semana tenso para a democracia brasileira e a luta contra a pandemia em território nacional. Primeiro porque na tarde deste sábado (18), o presidente Jair Bolsonaro, na frente do Palácio do Planalto, provocou uma aglomeração entre seus apoiadores. Durante 20 minutos, atacou governadores, afirmou que o Supremo Tribunal Federal (STF) lhe tirou o poder de revogar as medidas de restrição e fez questão de afirmar: “Não vão me tirar daqui. Não estou defendendo a economia, estou defendendo o emprego", disse ele. E quem achava suas declarações sobre não nos “acovardarmos” e voltar ao trabalho, em um dia de carreatas por todo o Brasil, inclusive em frente à hospitais onde médicos e enfermeiros lutava pela vida de infectados pelo covid-19, a situação escalonou no d
Contra ato dia 15, ala de caminhoneiros defende intervenção militar

Contra ato dia 15, ala de caminhoneiros defende intervenção militar

Brasil
Líderes de caminhoneiros descartam, por enquanto, aderir aos atos marcados para o próximo dia 15 de março em apoio ao governo Jair Bolsonaro, mas uma ala tenta convencer a categoria a engrossar as manifestações. Esse grupo defende inclusive uma nova intervenção militar no país. Quase um mês após o fracasso de uma paralisação que reivindicava o piso mínimo para o frete, os principais líderes de caminhoneiros se mostram reticentes em politizar as reivindicações da categoria. Para eles, aderir à manifestação do dia 15 seria adotar uma pauta que não pertence ao grupo —as críticas ao Congresso e ao STF (Supremo Tribunal Federal). Líder dos caminhoneiros autônomos, Marconi França também negou envolvimento nos protestos. "Se tiver alguns caminhoneiros em pontos isolados junto desse moviment
Guedes é repudiado após ameaçar nação com AI-5

Guedes é repudiado após ameaçar nação com AI-5

Política
Logo após sugerir que o brasileiro não deve se preocupar caso o governo peça um AI-5, (leia mais aqui) o ministro Paulo Guedes foi repudiado. O presidente do STF (Supremo Tribunal Federal), ministro Dias Toffoli, disse hoje que o AI-5 é "incompatível com a democracia". A declaração foi feita um dia depois da declaração do ministro da Economia "Não se constrói o futuro com experiências fracassadas do passado". Dias Toffoli durante o encontro nacional do Poder Judiciário em Maceió. Confira mais algumas das reações imediatas no Twitter: Embora o chefe dele seja fã do ditador corrupto Augusto Pinochet, o Paulo Guedes precisa saber que não estamos em 1964 e nem no Chile de 1973. Falar de AI-5 como se isso fosse um fato normal da vida política brasileira é uma ofensa à sociedade. Co
Paulo Guedes: “Não se assustem se alguém pedir o AI-5”

Paulo Guedes: “Não se assustem se alguém pedir o AI-5”

Política
Depois do filho 03, agora foi a vez do ministro referência e sabe-tudo de Jair Bolsonaro ameaçar a população com um golpe. Paulo Guedes, ministro da Economia, disse que o brasileiro não pode ser pego de surpresa uma possível radicalização dos protestos de rua no Brasil. "Sejam responsáveis, pratiquem a democracia. Ou democracia é só quando o seu lado ganha? Quando o outro lado ganha, com dez meses você já chama todo mundo para quebrar a rua? Que responsabilidade é essa? Não se assustem então se alguém pedir o AI-5. Já não aconteceu uma vez? Ou foi diferente? Levando o povo para a rua para quebrar tudo. Isso é estúpido, é burro, não está à altura da nossa tradição democrática". Paulo Guedes, ministro da Economia. Ao menos em sua própria fala, é possível fazer uma interpretação dele: é
Oposição já prepara pedido de cassação de Eduardo Bolsonaro

Oposição já prepara pedido de cassação de Eduardo Bolsonaro

Política
  Depois do pedido feito pela Rede, partidos de oposição preparam e devem protocolar ainda nesta terça-feira, 5, um pedido de cassação do mandato do deputado Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) no Conselho de Ética da Câmara. Deputados do PT, PCdoB, PSOL e PDT estão reunidos neste momento para finalizar o pedido. Além da fala do filho do presidente sobre o AI-5, os parlamentares também devem citar o discurso que o deputado fez semana passada no plenário da Casa. Na terça-feira, 29, ele disse no plenário que caso protestos como os que acontecem no Chile cheguem ao Brasil, os manifestantes teriam de "se ver com a polícia". Numa eventual radicalização, segundo o deputado, "a gente vai ver a história se repetir", sem mencionar a que fato histórico se refere. Dois dias depois, na qu
Após ameaçar com AI-5, Eduardo Bolsonaro pode ser punido na Câmara

Após ameaçar com AI-5, Eduardo Bolsonaro pode ser punido na Câmara

Política
O pedido da oposição para que o deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) seja cassado na Câmara é mais uma crise a ser enfrentada pelo clã Bolsonaro e dependerá de apoio dos partidos de centro que fazem parte do Conselho de Ética e Decoro Parlamentar da Casa. A possibilidade de punição foi levantada pelo próprio presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), poucas horas após as declarações em que o filho do presidente Jair Bolsonaro defende um novo AI-5: "A apologia reiterada a instrumentos da ditadura é passível de punição pelas ferramentas que detêm as instituições democráticas brasileiras. O Brasil jamais regressará aos anos de chumbo. Eduardo conquistou o mandato por voto popular e, ao tomar posse, jurou respeitar a Constituição de 1988. Foi essa Constituição, a mais longeva
Davi Maia critica Eduardo Bolsonaro sobre volta do AI-5 e Cabo Bebeto ameniza situação

Davi Maia critica Eduardo Bolsonaro sobre volta do AI-5 e Cabo Bebeto ameniza situação

Política
A declaração do deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), filho do presidente Jair Bolsonaro, a jornalista Leda Nagle, de que “se a esquerda radicalizar, a resposta pode ser via um novo AI-5”, foi o tema do pronunciamento do deputado Davi Maia (DEM) na sessão desta quinta-feira, 31, na Assembleia Legislativa. Davi ressaltou a importância de democracia e disse ter ficado triste com esta declaração. Maia disse que, mesmo com parte da imprensa, em especial a Rede Globo, tentando fazer uma ligação do assassinato da vereadora Marielle Franco com o presidente Bolsonaro, a declaração do deputado federal beira o absurdo. Davi Maia disse ainda que o Movimento Livre já foi acionado para levar o caso ao Conselho de Ética da Câmara. “Como defensor da liberdade e do liberalismo não podemos n
STF, políticos e personalidades reagem à ameaça de novo AI-5 do governo Bolsonaro

STF, políticos e personalidades reagem à ameaça de novo AI-5 do governo Bolsonaro

Política
O ministro Marco Aurélio Mello, do STF (Supremo Tribunal Federal), foi rápido e já reagiu ao impropério do deputado Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), que ameaçou o pais com a possibilidade de edição de um "novo AI-5". Para ele, a declaração do filho do presidente indica os "ares democráticos" estão sendo levados embora. "A toada não é democrática-republicana. Os ventos, pouco a pouco, estão levando embora os ares democráticos". Marco Aurélio, STF. A declaração de Eduardo Bolsonaro foi dada após o deputado ser questionado sobre a situação dos países vizinhos ao Brasil, como Chile, que enfrenta uma onda de protestos, e Argentina, que elegeu Alberto Fernández como presidente. O filho do presidente dá a entender que as manifestações são financiadas por Cuba e Venezuela. Esse criminoso tem que s