19 de outubro de 2021Informação, independência e credibilidade

Tag: Bom Parto

Confira os novos locais de votação de eleitores do Bebedouro, Mutange e Bom Parto

Confira os novos locais de votação de eleitores do Bebedouro, Mutange e Bom Parto

Maceió
O cartório da 3ª Zona Eleitoral divulgou nesta terça-feira (29), a relação dos locais de votação que recepcionarão os eleitores que votavam em Bebedouro, no Mutange e no Bom Parto. Sete locais de votação não funcionarão nesta área em virtude da desocupação emergencial pela instabilidade do solo. No total, 47 seções eleitorais precisaram ser substituídas e 17.871 eleitores votarão em novos locais. “Finalmente conseguimos estabelecer locais que abrigarão todos esses eleitores com toda segurança e conforto. Nossa orientação é que essas pessoas consultem previamente seus locais de votação tanto no site do TRE quanto no aplicativo e-Título antes do dia da eleição, evitando transtornos com deslocamento”. Pedro Jorge Cansanção, juiz eleitoral da 3ª Zona. Com as mudanças nos locais de vot
Decreto de Calamidade é renovado nos bairros afetados por instabilidade de solo

Decreto de Calamidade é renovado nos bairros afetados por instabilidade de solo

Maceió
O prefeito de Maceió, Rui Palmeira, renovou por mais seis meses o Decreto de Calamidade Pública para os bairros Pinheiro, Mutange, Bebedouro e Bom Parto, afetados por instabilidade de solo que tem provocado fissuras e subsidência. O documento, publicado no Diário Oficial do Município desta sexta-feira (25), estabelece que a renovação do estado de Calamidade Pública se deve, entre outros aspectos, ao fato de que os estudos geológicos realizados pelo Serviço Geológico do Brasil (CPRM) apontam um processo evolutivo de subsidência nos bairros. A renovação do Decreto de Calamidade Pública faz parte do processo de reconhecimento das instituições federais, uma vez que Maceió necessita de apoio financeiro, de pessoal técnico capacitado e, principalmente, da união de esforços para enfrent
Defesa Civil analisa se rachaduras provocadas pela Braskem chegaram ao Farol

Defesa Civil analisa se rachaduras provocadas pela Braskem chegaram ao Farol

Maceió
A Defesa Civil de Maceió inicia na manhã desta quinta-feira (10) levantamentos no bairro do Farol para analisar se o aparecimento de rachaduras em alguns imóveis tem relação com a instabilidade de solo que afeta os bairros Pinheiro, Mutange, Bebedouro e Bom Parto, provocados pela atividade de mineração da sal-gema, realizadas pela Braskem. Os levantamentos iniciais consistem na análise das edificações que apresentam rachaduras e imóveis circunvizinhos, para identificar possíveis feições e suas continuidades. “A intenção desses levantamentos é investigar se o fenômeno está se estendendo para outras áreas. Investigar se as fissuras e fraturas identificadas estão associadas à instabilidade de solo que afeta os bairros do Pinheiro, Mutange, Bebedouro e Bom Parto ou não”. Antonioni Guer
Senai e MPT garantem capacitação profissional para duas mil pessoas

Senai e MPT garantem capacitação profissional para duas mil pessoas

Alagoas, Notícias
Um convênio firmado nesta terça-feira (24) entre o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai/AL) e o Ministério Público do Trabalho (MPT) vai garantir duas mil vagas em cursos de capacitação profissional, com prioridade para trabalhadores dos bairros Bebedouro, Bom Parto, Mutange e Pinheiro que tiveram o contrato de trabalho rescindido em decorrência da situação de calamidade pública decretada pela Prefeitura de Maceió. Caso sobrem vagas, elas serão preenchidas por trabalhadores que perderam o emprego por conta da pandemia de Covid-19 e querem se reposicionar no mercado. O edital dos cursos deverá ser lançado nos próximos dias. Durante a assinatura, que ocorreu na Casa da Indústria, o presidente da Federação das Indústrias do Estado de Alagoas (Fiea), empresário José Carlos Ly
Inquérito civil é instaurado para apurar danos causados pela exploração mineral da Braskem

Inquérito civil é instaurado para apurar danos causados pela exploração mineral da Braskem

Maceió
O Ministério Público Estadual de Alagoas instaurou, nesta sexta-feira (19), um inquérito civil com o objetivo de aferir a extensão dos efeitos da destruição e do esvaziamento dos bairros do Pinheiro, Bebedouro, Mutange e Bom Parto no tocante a ordem urbanística. Ao final do procedimento, a 66ª Promotoria de Justiça da capital quer encontrar as soluções arquitetônicas necessárias e adequadas para preencher os referidos espaços que passaram a ficar vazios após serem desocupados por causa exploração mineral naquela região. Dentre os argumentos apresentados pelo promotor de justiça Jorge Dórea para a instauração do inquérito, está a alegação de que a “ordem urbanística é um bem difuso e que, como meio ambiente artificial, recebe a mesma proteção dada ao meio ambiente como um todo”. E isso
Mapa de Setorização é atualizado e amplia área de realocação

Mapa de Setorização é atualizado e amplia área de realocação

Maceió
A Coordenadoria Especial Municipal de Proteção e Defesa Civil (Compdec) informa que a versão 2 do Mapa de Setorização de Danos e de Linhas de Ações Prioritárias foi elaborada em conjunto com a Defesa Civil Nacional e Serviço Geológico do Brasil (CPRM). Foi levando em consideração a constatação da evolução do processo de subsidência, os danos materiais nos bairros afetados, os riscos associados à problemática, assim como as novas informações que foram sendo agregadas desde a publicação da primeira versão. A versão 2 do documento não altera o tipo de risco que afeta a área, mantendo a divisão por zona de fraturamento e processos erosivos (área verde), zona de movimento de massa (área rosa), zona de alagamento (área azul), além de zona de dolinamento. Com a atualização, os órgãos
Geólogos fazendo monitoramento do fenômeno que afeta os bairros de Maceió

Geólogos fazendo monitoramento do fenômeno que afeta os bairros de Maceió

Maceió
Geólogos dão continuidade ao monitoramento do fenômeno que afeta os bairros Pinheiro, Mutange, Bebedouro e Bom Parto, em Maceió (AL), nesta segunda (25). O Serviço Geológico do Brasil esclarece que este é um trabalho independente e não tem qualquer relação com as ações desenvolvidas pela CPRM em Maceió. A CPRM continua presente na capital alagoana como membro do Plano de Ação Integrada (PAI), que foi instituído pela Defesa Civil Nacional para acompanhar o monitoramento do fenômeno e conta com a participação de diversos órgãos. As atividades envolvem o apoio técnico à Defesa Civil de Maceió, entretanto, devido à necessidade do distanciamento social, esse trabalho vem sendo realizado remotamente por meio de videoconferências com a participação de técnicos da CPRM de vários estad
Junta Técnica suspende vistorias em áreas afetadas pela Braskem até o dia 22

Junta Técnica suspende vistorias em áreas afetadas pela Braskem até o dia 22

Maceió
Atendendo recomendação da Defesa Civil de Maceió, os trabalhos da Junta Técnica para análise dos imóveis que se encontram em área de monitoramento no Mapa de Setorização de Danos e de Linha de Ações Prioritárias estão suspensos temporariamente a partir desta segunda-feira (11) até o dia 22 de maio. A suspensão considera a prorrogação do decreto municipal que dispõe sobre as ações de enfrentamento ao Covid-19 e e abrange os bairros Pinheiro, Mutange, Bebedouro e Bom Parto. A medida se faz necessária devido ao alto risco de infecção nas atividades de campo, mesmo com todas as equipes utilizando Equipamentos de Proteção Individual (EPIs), uma vez que houve aumento na taxa de infecção nos bairros afetados pela instabilidade de solo e há casos suspeitos de infecção entre os profission
Rui Palmeira renova Calamidade nos bairros afetados por instabilidade de solo

Rui Palmeira renova Calamidade nos bairros afetados por instabilidade de solo

Maceió
O prefeito de Maceió, Rui Palmeira, renovou por mais seis meses o Decreto de Calamidade Pública para os bairros Pinheiro, Mutange, Bebedouro e Bom Parto, afetados por instabilidade de solo que tem provocado fissuras e subsidência. O documento, publicado no Diário Oficial do Município desta quinta-feira (26), estabelece que a renovação do estado de Calamidade Pública se deve, entre outros aspectos, ao fato de que os estudos geológicos realizados pelo Serviço Geológico do Brasil – CPRM – apontam um processo evolutivo de subsidência nos bairros.  O trânsito no Mutange, inclusive, vai precisar ser desviado, em sua via principal, a partir desde domingo (28). A renovação da Calamidade Pública faz parte do processo de reconhecimento das instituições federais, uma vez que Maceió neces
Confira o mapa e datas de atendimento à população afetada pela Braskem

Confira o mapa e datas de atendimento à população afetada pela Braskem

Maceió
A Braskem informou que reunião realizada esta semana entre a empresa e a Defensoria Pública do Estado de Alagoas, Ministério Público Federal, Ministério Público do Estado de Alagoas e Defensoria Pública da União definiu o mapa para a desocupação dos quatro bairros, conforme acordo assinado na semana passada. A reunião também estabeleceu o cronograma de início das ações para as áreas de risco identificadas pelos órgãos técnicos. Em relação ao apoio financeiro para a realocação, o acordo definiu que os moradores que já deixaram suas casas e hoje recebem aluguel social pago pelo governo federal passarão a receber o auxílio-aluguel da Braskem assim que vencer o prazo do benefício. O acordo contempla cerca de 4.500 imóveis e 17 mil moradores. Assim como ocorreu na Área de Resguardo