25 de junho de 2022Informação, independência e credibilidade
Política

TNT se desculpa por dublagem que transformou personagem de série em “Bolsominion”

Fala original que usava o termo ‘tramp’ (vagabundo) foi confundida como ‘Trump’ e versão nacional teve menções a ‘minions’ e ‘melhor já ir se acostumando’

Um diálogo dublado da série de humor americana “Brooklyn Nine-Nine”, que mencionou Bolsonaro, chamou a atenção de fãs da série e do próprio criador, Dan Goor. Isso levou o canal TNT, onde a série é exibida no Brasil, a pedir desculpas na noite desta terça-feira (12).

No original, um dos personagens usa diversas vezes o termo “tramp” (vagabundo), inadvertidamente, para motivar a si mesmo e seus colegas. Os outros se irritam com o termo pejorativo.

Na dublagem, entretanto, alguém ouviu “Trump” no lugar de “tramp” e resolveu inventar na versão brasileira. O personagem Charles Boyle, figura caricata que adora cozinhar e é o policial mais bonzinho do distrito título da série, foi dublado falando termos como “é melhor já ir s e acostumando” e depois mencionando “minions” diversas vezes. Veja o trecho, antes original, depois dublado:

Isso tudo na exibição do quarto episódio da quinta temporada da série, que chamou a atenção do site TheWrap e do showrunner da série, Dan Goor, e já está sendo corrigido, informou a TNT Brasil. No Twitter, o criador da série custou a acreditar: “O quê? Isso é real? Estamos tentando entender o que aconteceu”, escreveu ele.

E apesar da controvérsia, com apoiadores ou detratores de Bolsonaro, por exemplo, não enxergando controvérsia, Dan confirmou: nunca fez um jogo de palavras entre tramp e Trump e a intenção não era politizar a série.

O dublador Guilherme Briggs (que entre outros é a voz de Superman, Buzz Lightyear e Denzel Washington), elogiou o fato da TNT voltar atrás e mudar o texto das dublagens. E disse ainda que não é incomum adaptações para a versão brasileira, mas que todas elas precisa de autorização da produção original.

Nos Estados Unidos, Brooklyn Nine-Nine é exibida pela NBC e está na sexta temporada, já renovada para mais um ano. No Brasil, as dublagens serão revisadas e tem o apoio da atriz Melissa Fumero, que interpreta Amy Santiago no Brasil. No Twitter ela disse que toda essa situação foi “insana”.