19 de maio de 2024Informação, independência e credibilidade
Política

Vereador no RS propor cortar mais árvores é lembrete: não vote em burro ou negacionista

Eleitores devem evitar colocar nas Câmaras Municipais gente como Sandro Fantinel, que fala idiotice e depois chora pedindo desculpas após repercussão negativa

Não há meio termos. É pura burrice ou negacionismo inconsequente. O vereador Sandro Fantinel (PL), do município de Caxias do Sul, no Rio Grande do Sul, sugeriu na Câmara Municipal que a solução para evitar deslizamentos, provocados pelas enchentes como as sofridas no seu estado, seria cortar mais árvores.

Literalmente isso. De acordo com o político do PL (o mesmo que se irritou com trabalhadores nordestinos que “reclamaram” do trabalho análogo à escravidão e chorou pedindo para não ser cassado/cancelado após a repercussão) resolveu apelar para o negacionismo climático (com pura desinformação) como solução contra fortes chuvas.

Leia mais: Culpando “lapso mental”, vereador racista chora e pede desculpas após ameaça de cassação

Em seu discurso, Fantinel disse que Estados que “detonaram suas florestas” e hoje possuem uma massa de ar quente em seu território fazem com que a umidade da Amazônia forme um corredor até o Rio Grande do Sul. Para ele, a solução é retirar a vegetação das principais estradas do interior.

O vereador disse que o “peso das árvores” causa deslizamento e afirmou que vai propor uma lei para retirada da vegetação “cinco metros para cada lado” das estradas principais de Caxias do Sul. “Não interessa se é mata nativa, não interessa se é pinheiro. O que é que vale? A vida humana”, disse.

Qualquer criança, qualquer adulto funcional, deve saber que a vegetação na verdade ajuda o solo contra deslizamentos. O processo de erosão, na verdade, piora sem vegetação natural. Logo, não há espaço nenhum para a defesa de tamanha burrice ou escancarado negacionismo. Uma fala dessas é temerosa.

Algumas das culpadas, segundo Sandro Fantinel. Foto: Prefeitura de Caxias do Sul/JC

Claro, que sem o ônus da prova, seria irresponsável afirmar que Fantinel age de forma criminosa, propositalmente, com interesses pessoais – isso mesmo com seu discurso de ódio contra nordestinos. Mas é possível sim inferir burrice, negacionismo climático ou pura estupidez nessa fala.

Leia mais: Vereador bolsonarista diz que “baianos preguiçosos” não servem como escravos

E ele foi colocado na Câmara Municipal, com liberdade para proferir sem medo suas burrices, pelos próprios eleitores da cidade. Por isso é sempre bom lembrar: pense melhor em quem você for votar.

Independente do lado viés político ou não (uma ressalva que precisa ser reforçada, apesar dos pesares), evitem votar em gente burra. Não acredite em quem diz que mudanças climáticas não afetarão a sua vida para pior. Tenham mais consciência e preservação pelas suas próprias vidas e escolham gente melhor

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.