17 de setembro de 2021Informação, independência e credibilidade
Brasil

Bolsonaro volta atacar ministro Barroso e diz que ele defende a pedofilia e drogas

Presidente ainda disse que ministro é inimigo do seu governo

Bolsonaro volta a atacar presidente do TSE, ministro Barroso

O presidente Jair Bolsonaro voltou atacar o presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministro Luis Roberto Barroso, logo após participar de uma ‘motociata” em Porto Alegre com seus apoiadores, neste sábado, 10 de julho.

Bolsonaro disse que Barroso defende só defende a pedofilia e a legalização das drogas e considerou o ministro como um inimigo do seu governo.

“É a pedofilia que ele defende. Ministro que defende a legalização das drogas. Ele não tinha que estar no STF, tinha que estar no parlamento”, reagiu Bolsonaro contra o ministro, num ataque frontal à própria corte eleitoral do País.

O ministro Barroso tem sido um defensor da manutenção do voto eletrônico no País, enquanto Bolsonaro e seus apoiadores pregam a votação em cédula de papel.

Presa – Ainda em Porto Alegre, a Brigada Militar do governo do Estado prendeu uma senhora que estava batendo panela na rua, enquanto Jair Bolsonaro e motociclistas desfilavam pelas ruas.

A prisão inusitada chamou a atenção por que atenta ao direito legítimo de manifestação. O governo do Rio Grande do Sul ainda não se manifestou sobre o caso