18 de maio de 2022Informação, independência e credibilidade
Maceió

‘Domingo da Criança’ e outras ações da Prefeitura estimulam vacinação infantil em Maceió

Pais, mães e responsáveis poderão levar os pequenos a um dos pontos fixos neste dia 29

'Domingo da Criança' e outras ações da Prefeitura estimulam vacinação infantil
Foto: Secom Maceió
A campanha de vacinação das crianças de 5 a 11 anos contra a Covid-19 começou há duas semanas e já imunizou, até a manhã desta sexta-feira (28), 6.267 de crianças, entre meninos e meninas em Maceió. A adesão dos pais, mães e responsáveis começou tímida, mas já demonstra crescimento com as ações da Prefeitura para estimular a proteção dos pequenos.

Neste domingo (30), por exemplo, o Município promove o segundo “Domingo da Criança”, com vacinação exclusiva para o público infantil, de 5 a 11 com comorbidades e 7 a 11 anos sem comorbidades, nos quatro pontos fixos – Maceió Shopping (Mangabeiras), Praça Padre Cícero (Benedito Bentes), Terminal do Osman Loureiro (Clima Bom) e Papódromo (Vergel do Lago), das 9h às 16h.

Nesses espaços, as crianças são recebidas por personagens infantis, como o Mickey e a Minnie, com atividades de recreação e lanches, para tornar o momento mais leve e convidativo.

Ônibus da Vacina

Outra iniciativa do Município para levar a campanha para mais perto da população é o Ônibus da Vacina que, em parceria com a Cruz Vermelha, volta a Maceió nos próximos dias. O equipamento já esteve na Capital no ano passado e imunizou mais de 12 mil pessoas.

O veículo visita os bairros da cidade, levando a campanha contra a Covid-19 para aqueles que por qualquer motivo não podem se dirigir a um ponto de vacinação.

Ele conta com cinco estações de aplicação, geladeiras para armazenamento dos imunizantes, pias com torneiras e dispensers de álcool. E, dessa vez, estará totalmente decorado com temas infantis para receber os pequenos.

Combate à informações falsas

O secretário executivo do Gabinete do Prefeito, Claydson Moura, alerta que muitas informações falsas têm circulado sobre a vacina, mas lembra que todos os imunizantes aplicados pelo Município de Maceió, distribuídos pelo Ministério da Saúde, foram aprovados pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária.

Um vídeo que tem sido compartilhado no Whatsapp, que mostra um homem desesperado após a morte do filho, é uma das informações falsas sobre a vacina. O caso real ocorreu em 2019, em Manaus, e nada tem a ver com o imunizante infantil contra a Covid-19.

Moura reforça que os pais precisam levar os filhos para serem vacinados e, assim, garantir o fim da circulação do coronavírus entre a população. “A eficácia e a segurança da vacina estão comprovadas pela Anvisa e a única consequência de não se imunizar é ir parar na UTI ou morrer. Por isso peço: papais, mamães, vacinem seus filhos, não vão na onda de Internet. Acreditem na ciência”, alerta o secretário.

Documentos

Para vacinar crianças é necessário apresentar a caderneta de vacinação da criança + CPF ou Cartão SUS e documento de identificação do pai ou mãe. Caso os pais não estejam presentes é necessário o preenchimento do TERMO DE ASSENTIMENTO PARA ADMINISTRAÇÃO DA VACINA COMINARTY-PFIZER PEDIÁTRICA + cópia do documento de identificação do pai ou mãe, o qual ficará retido no ato da vacinação + caderneta de vacinação da criança + CPF ou Cartão SUS.

Caso a criança não tenha CPF ou Cartão do SUS será necessário apresentação da certidão de nascimento. Para as crianças com comorbidades também será necessário apresentar a prescrição médica, que ficará retida no local da vacinação.

Descrição de comorbidades incluídas como prioritárias

Pessoas com deficiência – Plano de Vacinação

Termo de Assentimento para o público infantil de 5 a 11 anos