18 de maio de 2022Informação, independência e credibilidade
Maceió

Gabinete da Causa Animal reforça a importância da vacinação para os pets

Equipe de médicos-veterinários do Gabinete listaram orientações importantes sobre o esquema de vacinação de cães e gatos, ação essencial para saúde dos animais de Maceió

Gabinete da Causa Animal reforça a importância da vacinação para os pets
Gabinete da Causa Animal reforça cuidados sobre vacinação dos pets. Foto: Gabriel Moreira/Secom Maceió
O Gabinete de Gestão Integrada de Políticas Públicas para Causa Animal (GGI-CA), coordenado por Marcella Soares, tem o compromisso de atuar na promoção da saúde, proteção, defesa e bem-estar dos animais de Maceió. Trazer à tona questões educativas também é uma das frentes, por isso, o Gabinete reforça a importância do esquema de vacinação para os animais.

A vacinação dos pets de forma responsável é um dos cuidados essenciais que os tutores precisam ter, afinal, ela não só vai garantir a imunização dos animais, mantendo-os saudáveis, como também vai proteger as pessoas contra os agentes circulantes de doenças zoonóticas.

A vacinação previne o contágio de um animal para o outro, ou mesmo para as pessoas. Além disso, cuidar da saúde dos animais, também é uma ação que contempla a saúde pública.

“O relacionamento entre tutores e pets está se transformando com o passar dos anos. E junto com a decisão de ter um pet, vem também a responsabilidade de cuidar da sua saúde, tendo consciência de que esses cuidados devem ser tomados ao longo da vida”, explica Larissa Rocha, uma das médicas veterinárias do Gabinete.

O GGI Causa Animal enfatiza a importância da vacinação ser realizada apenas por profissionais qualificados.

Frequência para a vacinação dos animais 

Existe uma grande variedade de vacinas para serem aplicadas em cães e gatos, no entanto, a frequência e o número podem depender da idade do animal de estimação.

Normalmente, os filhotes devem receber três doses de vacinas com intervalo de 21 a 30 dias entre elas. Os filhotes de cães e gatos também devem receber esse cuidado mais intenso nos seus primeiros quatro meses de vida.

Município desenvolve ações para manutenção da saúde dos animais. Foto: Gabriel Moreira/Secom Maceió
Município desenvolve ações para manutenção da saúde dos animais. Foto: Gabriel Moreira/Secom Maceió

Vacinas essenciais 

Existem vacinas para os animais domiciliados que são essenciais para o calendário de vacinação. Essas vacinas são conhecidas como múltiplas ou polivalentes (V8/V10 para cães, e V3/V4 para gatos) e a vacina antirrábica, que é ofertada o ano todo, na Unidade de Vigilância de Zoonoses da Secretaria Municipal de Saúde.

As doses de vacina antirrábica também são aplicadas em ações promovidas pelo Gabinete da Causa Animal, como nos dias de triagem do Castramóvel e nas Feiras de Adoção, assegurando assim proteção para os animais e seres humanos.

Fatal em quase 100% dos casos, a raiva é uma doença que afeta boa parte dos mamíferos, incluindo os humanos. Os indicadores estão sempre em constante análise pela Vigilância de Zoonoses. Exatamente por isso, a legislação nacional torna obrigatória a vacinação anual contra esta grave doença. Sendo de total responsabilidade do tutor conduzir o animal para a vacinação e obedecer a periodicidade de aplicação.

Normalmente, a primeira dose é administrada após a 12ª semana de vida do pet e é necessário vacinar os animais (cachorros e gatos) todo ano para garantir sua eficácia. Por isso, o compromisso do tutor com a vacinação do seu pet é primordial.

O prazo de vacinação não pode ser desobedecido, pontua a coordenadora, Marcella Soares.

“Em nossas ações estamos sempre oferecendo para os animais doses de vacina antirrábica. Lembrando sempre que essa aplicação precisa ser realizada dentro do período recomendado. A imunização só ocorre completamente quando feita nos intervalos e períodos corretos”, explica a coordenadora.

É essencial ter a carteira de vacina do seu pet em dia, mantendo-a atualizada. A vacinação de cães e gatos é a principal forma de prevenção contra muitas doenças que podem acometer esses animais. Ao vaciná-los, protege-se a saúde humana, já que é possível evitar a transmissão de doenças transmitidas dos animais para humanos.

Atenção tutores!

A vacina antirrábica é oferecida nos dias de triagens do Castramóvel, nas Feiras de Adoção e na Unidade de Vigilância de Zoonoses.