26 de junho de 2022Informação, independência e credibilidade
Alagoas

IML de Maceió identifica corpo de mulher encontrado dentro de rio em Murici

Laudo com todas as informações sobre o crime serão encaminhadas para a delegacia responsável pelo inquérito policial

Laudo com todas as informações serão encaminhadas para a delegacia responsável pelo inquérito policial. Foto: Márcio Ferreira

O Instituto de Medicina Legal Estácio de Lima (IML de Maceió) identificou, na manhã desta terça-feira (24), o corpo localizado no último domingo dentro do rio Mundaú, em Murici.

De acordo com o Setor de Identificação Humana do órgão, o corpo pertencia à jovem vendedora Graciane da Silva, de 20 anos, e já foi liberado para sepultamento.

Segundo a perita odontolegista Ana Paula Nemésio, chefe do Setor de Identificação Humana, a jovem foi identificada por meio do exame de necropapiloscopia.

Ela explicou que após a coleta das digitais do cadáver foi realizada uma busca no banco de dados do arquivo civil do Instituto de identificação da Polícia Cientifica de Alagoas, onde foi localizada a carteira de identidade da vítima.

O corpo da vendedora foi encontrado em estado de putrefação, próximo à ponte do Seridó, na zona rural do município da Zona da Mata alagoana.

A jovem estava desaparecida desde o dia 17 de maio. Graciane foi morta pelo primo, que, após cometer o crime, jogou o corpo da jovem no rio, esfaqueou o marido da vítima e se suicidou.

Com a confirmação do crime, uma força tarefa formada pela Polícia Civil, Corpo de Bombeiros, Polícia Militar, Grupamento Aéreo da Secretaria de Estado da Segurança Pública (SSP) e a população de Murici realizou buscas pela cidade para encontrar o corpo da jovem.

O laudo com todas as informações serão encaminhadas para a delegacia responsável pelo inquérito policial.