16 de janeiro de 2021Informação, independência e credibilidade

Economia

Dirigentes da CEF apresentam programa de expansão de investimentos à Fiea

Dirigentes da CEF apresentam programa de expansão de investimentos à Fiea

Economia, Notícias
Nesta terça-feira, 12, dia em que a Caixa Econômica Federal (CEF), e mais exatamente sua poupança, completa 160 anos, o presidente da Federação das Indústrias do Estado de Alagoas (Fiea), empresário José Carlos Lyra de Andrade, recebeu Ricardo Castro Cavalcante Lima, superintendente executivo da SEE Salvador. Na visita, ele estava acompanhado pelo superintendente executivo de Atacado Pessoa Jurídica em Alagoas, Kleber Jurema da Rocha, e pelo gerente de Cliente e Negócios, Felipe Asmar. O objetivo foi apresentar ao empresariado os novos produtos da Caixa, que está expandindo seus investimentos para áreas além do segmento Construção. “Foi uma visita de cortesia, mas com o objetivo de estreitar relações com a indústria alagoana. A Caixa amplia sua carteira de negócios, com o propósito
Ford vai encerrar produção de veículos e fechar todas as fábricas no Brasil

Ford vai encerrar produção de veículos e fechar todas as fábricas no Brasil

Economia
A Ford acaba de anunciar o encerramento da produção de veículos no Brasil, com o fechamento das fábricas que a montadora mantém em Camaçari (BA), Taubaté (SP) e Horizonte (CE), onde é fabricado o utilitário 4x4 T4, da Troller. De acordo com a companhia, as três linhas de produção terão as atividades encerradas durante este ano, "à medida em que a pandemia de Covid-19 amplia a persistente capacidade ociosa da indústria e a redução das vendas, resultando em anos de perdas significativas". A Ford informa que a produção de peças vai continuar mais algum tempo, para garantir estoque de componentes de reposição, enquanto os quatro modelos que eram fabricados aqui - Ka, Ka Sedan, EcoSport e T4 seguirão à venda enquanto durarem os estoques. As operações na Argentina e no Uruguai serão
R$ 166,31 bi em 2020: Brasileiros fazem a maior retirada de Poupanças desde 1995

R$ 166,31 bi em 2020: Brasileiros fazem a maior retirada de Poupanças desde 1995

Economia
Aplicação financeira mais tradicional dos brasileiros, a caderneta de poupança tem atraído cada vez mais o interesse dos brasileiros. Em 2020, os investidores depositaram R$ 166,31 bilhões a mais do que retiraram da aplicação, informou nesta quinta-feira (7) o Banco Central (BC). O resultado é o maior já registrado para um ano desde o início da série histórica, em 1995. Em 2019, a captação líquida – diferença entre depósitos e retiradas – tinha ficado em R$ 13,33 bilhões. O recorde anterior tinha sido registrado em 2013, quando a aplicação financeira tinha captado R$ 71,05 bilhões. Apenas em dezembro, os brasileiros depositaram R$ 20,61 bilhões a mais do que sacaram da poupança. O valor é recorde para o mês desde o início da série histórica. Tradicionalmente, os brasileiros depos
Ciro Gomes oferece sugestões para Bolsonaro, que disse que o Brasil está quebrado

Ciro Gomes oferece sugestões para Bolsonaro, que disse que o Brasil está quebrado

Economia
Ciro Gomes é um político, advogado e professor universitário e que concorreu à presidência em 2018 pelo PDT, mas não chegou ao 2º Turno, ofereceu no Twitter, a plataforma preferida de Jair Bolsonaro, algumas sugestões para recuperar a economia. Isso porque o próprio presidente Bolsonaro afirmou que o Brasil está quebrado e não pode fazer nada. Claro, o presidente é uma máquina ambulante de mentiras e resolveu desmentir o que havia dito 24 horas antes. Mas ficou registrado. E o ministro do governo FHC durante o Plano Real, em 1994, sugeriu o seguinte: https://twitter.com/cirogomes/status/1346548547303440385 Autorizar o Banco Central a comprar títulos do Tesouro Nacional e criar um fundo de investimento em infraestrutura. Passar o pente fino em R$ 300 bilhões de renúncias fisca
Vendas de veículos têm queda de 21,6% em 2020

Vendas de veículos têm queda de 21,6% em 2020

Economia
As vendas de veículos novos tiveram uma retração de 21,6% em 2020 na comparação com 2019, segundo balanço divulgado hoje (5), em São Paulo, pela Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores (Fenabrave). Foram emplacados 3,16 milhões de veículos ao longo do ano passado, contra 4,03 em 2019. As vendas de automóveis tiveram queda de 28,5% em 2020 na comparação com o ano anterior. Foram comercializados 1,61 milhão de carros no ano passado, enquanto em 2019 as vendas chegaram a 2,26 milhões. Em dezembro, os emplacamentos tiveram uma retração de 9,5% em relação ao mesmo período do ano anterior, com a venda de 194,6 mil unidades. Os caminhões registraram uma retração de 12,3% nas vendas acumuladas no ano passado. Foram emplacadas 89,2 mil unidades no ano e 9,6 mil em dezem
Mercado prevê inflação de 4,38% este ano

Mercado prevê inflação de 4,38% este ano

Economia
O Banco Central (BC) baixou de 4,39% para 4,38% a estimativa do Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) para 2020, segundo informações do boletim Focus divulgado hoje (4). Com periodicidade semanal, o documento reúne as projeções para os principais indicadores da economia. O indicador ultrapassa o centro da meta de inflação, definida pelo Conselho Monetário Nacional (CMN), de 4%. Contudo, se considerada a margem de 1,5 ponto percentual para cima ou para baixo, o índice, porém, permanece dentro da meta, já que pode variar de 2,5% a 5,5%. A projeção para 2021 também foi reduzida, pela segunda semana consecutiva, de 3,34% para 3,32%. Já o índice esperado para 2022 e 2023 permaneceu inalterado, de 3,50% e 3,25%, respectivamente. Outro parâmetro adotado pelo mercado fi
Reajuste dos planos de saúde em 2021 pode chegar a 30%

Reajuste dos planos de saúde em 2021 pode chegar a 30%

Economia
A partir deste mês, os beneficiários de planos de saúde vão gastar mais para manter a cobertura médica. Além da mensalidade, as cobranças vão começar a incluir o aumento anual para 2021 previsto por lei, mais reajuste que deveria ter sido cobrado no período entre setembro a dezembro de 2020. Esse último foi adiado pela ANS (Agência Nacional de Saúde Suplementar) em razão da pandemia do coronavírus. Ainda há uma terceira modalidade de correção prevista pela agência reguladora, a das faixas etárias. Segundo a ANS, o reajuste anual de 2020 foi adiado para 20,2 milhões de beneficiários e o aumento previsto por faixa etária, para 5,3 milhões. São dez faixas etárias, sendo a última aos 59 anos de idade, assim distribuídas: 0 a 18 anos; 19 a 23 anos; 24 a 28 anos; 29 a 33 anos; 34 a
Via MP, Bolsonaro anuncia salário mínimo de R$ 1.100 para 2021

Via MP, Bolsonaro anuncia salário mínimo de R$ 1.100 para 2021

Economia
O presidente Jair Bolsonaro anunciou que vai assinar uma medida provisória (MP) que prevê salário mínimo de R$ 1.100 para 2021. O novo valor, se confirmado, representa um aumento de 5,26% em relação ao atual, de R$ 1.045. "É um aumento de 5,26% em relação ao valor atual (R$ 1.045). O valor de R$ 1.100 se refere ao salário mínimo nacional. O valor é aplicável a todos os trabalhadores, do setor público e privado, e também para as aposentadorias e pensões". Jair Bolsonaro, presidente. https://twitter.com/jairbolsonaro/status/1344393027591294978 O valor proposto por Bolsonaro também está acima do previsto pelo próprio governo no projeto da LDO (Lei de Diretrizes Orçamentárias) enviado e aprovado pelo Congresso, de R$ 1.088, que leva em conta a projeção do Ministério da Economia para o INP
Após promulgação da Lei Kandir, AL assina termo e recebe parcela no valor de R$ 22 mi

Após promulgação da Lei Kandir, AL assina termo e recebe parcela no valor de R$ 22 mi

Economia
O Estado de Alagoas receberá, na quinta-feira (31), a primeira parcela da Lei Kandir – Lei Complementar nº 176/2020 – no valor de R$ 22.472.800,00. A Lei, promulgada na terça-feira (29) pelo Governo Federal, teve hoje (30) seu termo assinado por Alagoas conforme a legislação, garantindo o direito ao repasse ainda no ano de 2020. O recurso proveniente da Lei totaliza o montante de cerca de R$ 280 milhões que serão recebidos até 2032 pelo Estado. A Lei Kandir trata da retirada de ações judiciais contra a União de forma espontânea, por parte dos entes estaduais e municipais, e conta com um repasse de uma primeira parcela no valor total de R$ 58 bilhões a ser dividido para todo o país. De acordo com a Secretaria do Tesouro Nacional (STN), estados e municípios que assinassem a decl
IBGE: 14,1 milhões de pessoas estão desempregadas e índice chega a 14,3%

IBGE: 14,1 milhões de pessoas estão desempregadas e índice chega a 14,3%

Economia
A taxa de desemprego no Brasil foi de 14,3% no trimestre de agosto a outubro deste ano e atingiu 14,1 milhões de pessoas. Os dados foram divulgados na manhã de hoje e fazem parte da Pnad (Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios) Contínua, do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística). Na comparação com o trimestre anterior (maio a julho), houve aumento de 0,5 ponto percentual (13,8%). Já em comparação com o mesmo trimestre de 2019, são 2,7 pontos percentuais a mais (11,6%). Além do aumento no número de pessoas à procura de emprego, houve alta de 2,8% na população ocupada, que chegou a 84,3 milhões de pessoas. O número de empregados sem carteira assinada no setor privado aumentou 9% e chegou a 9,5 milhões. Já o contingente dos trabalhadores por conta própria