2 de março de 2024Informação, independência e credibilidade
Blog

Operação do Gaeco prende 18 prefeitos por corrupção; todos bolsonaristas

A operação foi realizada pelo Ministério Público de Santa Catarina que investiga esquemas de fraude em contratos de limpeza urbana

Na Selfie, o prefeito Ari Bagúio em evento com Jair Bolsonaro em Santa Catarina

Um dos estados mais bolsonarista do País, Santa Catarina, vive uma situação inusitada na política com a explosão da corrupção em Prefeituras municipais.

Mas é tanto que o Grupo de Atuação Especial de Combate às Organizações Criminosas (Gaeco), do Ministério Público (MPSC), prendeu nada menos que 18 prefeitos por casos de corrupção.

Nesta sexta-feira, 26,  o prefeito Ari Bagúio (PL), de Ponte Alta do Norte, cidade de 3,2 mil habitantes no Meio-Oeste catarinense, foi preso por corrupção em processo que apura a lavagem de dinheiro e fraudes em licitações.

A operação do Gaeco em Santa Catarina foi batizada de “Limpeza Urbana”.  Essa operação tem como alvo um  esquema de corrupção envolvendo a contratação de serviços de limpeza urbana em cidades de várias regiões do estado. Há 14 meses, 16 prefeitos já haviam sito detidos em decorrência do esquema.

Um detalhe curioso chama a atenção na operação catarinense que prendeu 18 prefeitos: todos eles são bolsonaristas.

Se a onda se espalha para outras regiões vai ser um “Deus nos acuda”.

One Comment

  • Avatar Mauro Costa

    Limpeza Urbana é um nome bem apropriado. Além da eficiência da PF eles também são criativos nos títulos.
    Lembrei da vassourinha do Jânio Quadros (varre varre vassourinha)….Mas tem aquela música de hoje, também apropriada para o caso:…vou varrendo, vou varrendo…. Lá lá lá…lá lá lá. Vamos varrer esses bolsonaristas. Nando Reis tem razão. Falta o Furher ( líder)!

Comments are closed.