14 de junho de 2024Informação, independência e credibilidade
Política

Passageiros protestam contra mudanças em linhas do Graciliano Ramos e Village II

Manifestantes querem uma reunião com a SMTT para reverter a mudança das linhas

A mudança no itinerário dos ônibus que passam pelo Graciliano Ramos e Village Campestre II foram motivos de protestos na parte alta de Maceió. Moradores, que impediram a saída dos ônibus neste sábado (14), retomaram as manifestações na manhã desta segunda (16).

Os manifestantes querem uma reunião com a Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (SMTT), pois sentem que comunidade que sendo prejudicada: de acordo com usuários, os itinerários ficaram bem maiores.

As linhas para Graciliano e Village foram fundidas neste final de semana, diminuindo o número de opções e aumentando tanto o número de trajeto, quanto o de passageiros na comunidade, diante da grande demanda.

De acordo com a SMTT, as linhas 053 (Graciliano Ramos/Centro), 110 (Graciliano Ramos ou Village II/Trapiche ) e 707 (Graciliano Ramos ou Village II/Ponta Verde) passam a realizar o mesmo itinerário. A viagem dos ônibus Trapiche e Ponta Verde serão feitas do mesmo jeito que aos domingos, quando há junção das linhas.

Intervenção

Na última quarta-feira (11), a Prefeitura de Maceió decretou intervenção no contrato da concessão formada pelas quatro empresas de transporte coletivo, que atualmente operam o sistema na capital, diante de prestações de serviços consideradas inadequadas ao público.

Esta foi uma recomendação conjunta expedida pelo Ministério Público de Alagoas (MPE) e pelo Ministério Público de Contas (MPC). A medida aponta a “incapacidade dos concessionários em atender as disposições dos contratos de concessão com relação à constituição do Consórcio Operacional e consequente gestão do Sistema de Bilhetagem Eletrônica (SBE)”.