2 de março de 2024Informação, independência e credibilidade

Tag: Maceió

Renan Calheiros diz que parecer de agência contra Braskem é ‘gravíssimo’

Renan Calheiros diz que parecer de agência contra Braskem é ‘gravíssimo’

Blog, Marcelo Firmino
O senador Renan Calheiros (MDB), que requereu a instalação de uma CPI no Senado para investigar o crime da Braskem em Maceió, considerou como "gravíssimo" parecer da Agência Nacional de Mineração (ANM), que acusa relatórios duvidosos da empresa sobre a tragédia alagoana. De acordo com o senador, o parecer da agência revela "erros, imprecisões e defasagem sobre o estado das 35 cavernas" da Braskem no subsolo maceioense. Calheiros se manifestou pelo X (antigo Twitter). E o mais grave, segundo ele, é que ANM aponta ainda riscos de novos colapsos, considerando que fortes indícios de movimentos preocupantes dentro das minas próximas a de número 18, que colapsou no Mutange, que é um dos 5 bairros atingidos pelo crime ambiental, que afetou as vidas de 60 mil maceioenses. Depois de tu
Quem seria o bandido que roubou uma Range Rover Sport de uma loja em Maceió?

Quem seria o bandido que roubou uma Range Rover Sport de uma loja em Maceió?

Blog, Marcelo Firmino, Policia
Um carro de luxo, avaliado em R$ 600 mil, foi roubado de uma revendedora no bairro de Serraria, em Maceió, em uma ação cinematográfica. O que leva a suposição de que não foi uma ação de um bandido qualquer. Há caroço nesse angu. O carro, uma Range Rover Sport, chama a atenção. O ladrão, um homem de camisa branca, bermuda bege e chapéu panamá branco. Não se trata mesmo de marginal pé de chinelo. E se for estava a serviço de alguém com interesse direto nesse carro. São suposições, claro, mas não afastadas da realidade O marginal pé de chinelo rouba celular, bicicleta e bate carteira em vias públicas, quase sempre para cumprir o rito do mercado das drogas. Roubar uma Range Rover de dentro de uma loja e sair de lá derrubando a porta de vidro é algo semelhante a cena de filme
Feliz Ano Novo com a esperança de ver a luz na escuridão

Feliz Ano Novo com a esperança de ver a luz na escuridão

Marcelo Firmino
O adeus ao ano velho é sempre uma festa para liberar energias de toda ordem. E há que ser assim em nome das expectativas que cada humano carrega dentro de si. E elas vão das mais bizarras as mais altruístas, como é intrínseco ao ser. O ano que nasce a seguir é prenúncio de esperança de vida com mais tudo de bom. Desde a saúde boa à felicidade. Que não precisa ser eterna - e nunca será - mas que pontue em determinados momentos da longa estrada a seguir. Até para que se tenha o registro de boas memórias quando chegar a hora de se comemorar mais um ano novo. Principalmente, por que, como disse o grego Alexandre: - No fim, quando tudo acaba, só ações importam. Fundamental a seguir é que cada um tenha a esperança e a capacidade de ver luz na escuridão que, costumeiramente, se apres
Braskem gerou prejuízo de R$ 30 bi em Alagoas, diz secretária da Fazenda

Braskem gerou prejuízo de R$ 30 bi em Alagoas, diz secretária da Fazenda

Blog, Marcelo Firmino
Em entrevista ao portal Metrópoles, a Secretária da Fazenda de Alagoas, Renata Santos, declarou neste domingo, 10, que estudos encomendados pelo governo alagoano revelam que os prejuízos causados pela Braskem ao Estado chegam a R$ 30 bilhões. Os estudos envolvem estimativas dos impactos do crime ambiental da Braskem na capital alagoana, que destruiu 6 bairros com mais de 60 mil pessoas atingidas de forma dramática pela mineração desenfreada. A secretária listou perdas de toda ordem elencadas no estudo, que abrangem desde perdas do patrimônio físico do estado, caso de escolas e equipamentos de saúde, a danos individuais e coletivos que traumatizaram famílias, impactaram a saúde de milhares de pessoas e atentaram contra a estabilidade socioeconômica de comunidades inteiras. Renata
Não há anjos, nem santos no crime da Braskem: só muita gente cara de pau

Não há anjos, nem santos no crime da Braskem: só muita gente cara de pau

Blog, Marcelo Firmino
Maceió não merece tamanha agonia e tristeza por conta de um crime sem precedentes em sua história de  mais de 200 anos. Não custa lembrar que lá, no final dos anos 70,  houve resistência por parte de ambientalistas liderados pelo professor José Geraldo Marques, da Universidade Federal de Alagoas, contra a instalação da planta da Salgema, primeiro nome da fábrica, na restinga do Pontal da Barra. Naquele momento imaginava-se que o bairro do Trapiche estava abrigando uma bomba dentro da cidade e que a qualquer momento explodiria com alto teor de destruição. Foram muitos os debates  e alertas feitos aos governantes, mas os resistentes foram ignorados e, tal como hoje, chamados de "comunistas". Não foram poucas as manifestações e atos realizados pelo Movimento Pela Vida, criado den
Colapso da mina 18 pode, enfim, instalar a CPI da Braskem no Senado

Colapso da mina 18 pode, enfim, instalar a CPI da Braskem no Senado

Blog, Marcelo Firmino
O colapso da mina 18 no bairro do Mutange, em Maceió, deve acelerar a composição da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) no Senado Federal, que foi proposta pelo senador Renan Calheiros (MDB), em meados de outubro. A CPI está travada desde que foi aprovada, por que o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (PSD) não deu sequência ao rito de composição da comissão. Pacheco chegou a fazer a leitura do requerimento da CPI, mas não deu seguimento a instalação formal. Falta também disposição dos líderes partidários para a indicação dos membros da comissão. Já o senador Renan Calheiros tem afirmado que está atuando em várias frentes para responsabilizar a Braskem pelo maior crime ambiental urbano do mundo. Um crime que traumatizou mais de 60 mil pessoas de 5 bairros e agora está
Ganhos e lucros na terra arrasada pela Braskem, fazem do ser humano um detalhe

Ganhos e lucros na terra arrasada pela Braskem, fazem do ser humano um detalhe

Blog, Marcelo Firmino
O novo mundo é tóxico. Quando as pessoas tremem é de pavor. Quando a terra treme é de tristeza e revolta pela agressão que sofreu. Maceió sente isso, diante da inércia de grande parte das autoridades. Aliás, no novo mundo não existem mais autoridades. Talvez "otoridades". No ritmo que vai já não se sabe se ainda existem países. A certeza que prevalece é a da atividade econômica, que gera ganhos e lucros para poucos. E nessa história da atividade econômica, bancada pelos poderosos, o ser humano é apenas um detalhe... Os exemplos são muitos. Em nome do lucro o Senado Federal fez esta semana o liberou geral do veneno nas plantações do agronegócios. Mas, o caso ainda mais escabroso na estrada dos lucros e ganhos, pavimentada pela insensibilidade e a insensatez dessa gente sórdi
Praticamente sem concorrente, JHC segue disparado para segundo mandato

Praticamente sem concorrente, JHC segue disparado para segundo mandato

Blog, Marcelo Firmino
Fim do ano se aproximando e os candidatos às eleições de 2024 passam a acelerar os passos rumo às composições e alianças necessárias, para viabilizar a sonhada densidade eleitoral. Quem não está nenhum pouco preocupado é o prefeito de Maceió, JHC (PL). Ele voa em céu de brigadeiro, de acordo com as pesquisas que seu grupo político tem em mãos. Não há nomes em contraponto e nem incômodos lhe rodeando. A pesquisa mais recente do instituto alagoano Falpe fecha a conta e lacra: JHC pode vencer no primeiro turno. Não é uma tarefa simples mas é possível.  E exatamente por que ele navega sozinho. Seus adversários, até agora, não são competitivos. Filiado ao partido de Jair Bolsonaro (PL), o prefeito de Maceió já tem consigo um eleitorado cativo que votou no ex-presidente nas eleiç
Tremor em Arapiraca acende alerta contra a omissão: Há mineração lá

Tremor em Arapiraca acende alerta contra a omissão: Há mineração lá

Alagoas, Blog, Marcelo Firmino
O tremor de terra verificado em Arapiraca (AL), na última semana, pelo Centro de Sismologia da Universidade de São Paulo (USP) na escala de 2.1, não fez estragos na cidade mas acende a luz de alerta para que as autoridades federais e estaduais passem a monitorar o caso. Os exemplos alagoanos são determinantes para que as providências sejam tomadas de forma célere e organizada. Durante anos, os bairros do Pinheiro e de Bebedouro apresentaram sinais de inconsistência do solo, mas ninguém se preocupou em verificar o que estava acontecendo, apesar de algumas vozes que chamavam a atenção para problemas futuros, como a do professor e cientista José Geraldo Marques. Quando se deu a tragédia do Pinheiro, Bebedouro, Bom Parto, Mutange e dos Flexais a cidade de Maceió passou a ter uma d
JHC nada sozinho da enseada da Pajuçara a praia da Sereia, sem ameaças à vista

JHC nada sozinho da enseada da Pajuçara a praia da Sereia, sem ameaças à vista

Blog, Marcelo Firmino
A oposição ao prefeito JHC (PSB) patina na estrada quente rumo a 2024, por que não construiu um nome de peso para disputar as eleições para a Prefeitura de Maceió. Candidato terá, "of course", como costumam dizer os modernos executivos da política, nesses novos tempos em que mais importa o rabo do pavão, do que o conteúdo ou a postura dele. Mas, o certo é que hoje o prefeito de Maceió vive a nadar em estilo próprio, da enseada da Pajuçara até a praia da Sereia, sem nenhuma ameaça à vista. Faltam às forças de oposição nomes capazes de fazer frente na disputa. Nomes de expressão política reconhecida e de densidade eleitoral comprovada. Esses seriam dois carimbos para incomodar o prefeito. Até então, ele segue sozinho no cenário da disputa eleitoral e com a força da raia ideol