26 de outubro de 2020Informação, independência e credibilidade
Alagoas

Renan Filho inaugura Hospital Regional da Mata e confirma construção do Metropolitano do Agreste

Governador revelou ainda que pretende dar início, também este ano, à construção do Hospital da Criança, em Maceió

enan Filho reafirmou que o Governo do Estado promoverá, no primeiro semestre do próximo ano, concurso público para a área da Saúde. Foto: Thiago Sampaio

As obras de construção do Hospital Metropolitano do Agreste, em Arapiraca, serão iniciadas ainda este ano. O anúncio foi feito nneste domingo (04) pelo governador Renan Filho durante live (transmissão ao vivo) pelo Instagram.

“Nos próximos meses, até o final deste ano, vamos iniciar a construção do Hospital Metropolitano de Arapiraca. Vou me comunicar com a prefeitura local, combinar os ajustes para que isso se realize nos próximos meses. O Hospital Metropolitano do Agreste será igual ao Hospital Metropolitano de Maceió”. Renan Filho, governador de Alagoas.

Ele revelou, ainda, que pretende dar início, também este ano, à construção do Hospital da Criança, na capital alagoana.

Renan Filho reafirmou que o Governo do Estado promoverá, no primeiro semestre do próximo ano, concurso público para a área da Saúde em Alagoas. Segundo ele, 2021 será marcado, ainda, pela realização de certames destinados à Segurança Pública e à Educação. “Vai ser um ano de muitas realizações”, garantiu.

Hospital Regional da Zona da Mata vai contar com 18 leitos de obstetrícia e 10 de pediatria. Foto: Carla Cleto

Regional Zona da Mata

Nesta segunda-feira (05), Renan Filho e o secretário de Estado da Saúde, Alexandre Ayres, inauguram o Hospital Regional da Mata, em União dos Palmares. A solenidade está marcada para as 10 horas.

“Nós entregamos o Hospital da Mulher e o Metropolitano, em Maceió; e o Regional do Norte, em Porto Calvo. Agora vamos entregar o Regional da Mata, em União dos Palmares, que será o primeiro hospital que vai funcionar full, ou seja, não vai tratar apenas de Covid, mas atender a todos na área de urgência e emergência, fazendo todos os tipos de cirurgia”. Renan Filho.

De acordo com ele, os hospitais Metropolitano e Regional do Norte também terão o perfil assistencial normalizado à medida que a pandemia for perdendo força em Alagoas.

Os novos equipamentos dividirão as responsabilidades com o Hospital Geral do Estado (HGE), em Maceió, diminuindo a sobrecarga sobre esta unidade de saúde. Dessa forma será possível fazer uma ampla recuperação estrutural do HGE.

“Hoje, o Hospital Geral do Estado faz quase todas as cirurgias ortopédicas. Com o Hospital Metropolitano em operação, ele vai dividir essa responsabilidade. A construção desses novos hospitais significa permitir que o cidadão não saia da sua região. Até 85% dos problemas de saúde passarão a ser resolvidos na própria região. Ou seja, a cada 100 pessoas, 85 vão ser atendidas na área onde moram”. Renan Filho.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.