28 de junho de 2022Informação, independência e credibilidade
Blog da Graça Carvalho

Um caos para a SLUM, a SMTT e a Saúde Pública resolverem

Tomada pelo lixo, Rua Zeferino Rodrigues causa transtornos e ameaça à saúde de moradores, comerciantes e transeuntes que passam pelo local

Fotos: Fátima Almeida

(Por Fátima Almeida)

As fotos que ilustram esta postagem são o retrato da Rua Zeferino Rodrigues, localizada entre os bairros de Jaraguá e Pajuçara, e foram feitas por volta das 7h30 da manhã desta segunda-feira (11). Não precisava falar mais nada, até porque já falei sobre o assunto, inclusive convidando o prefeito Rui Palmeira a sair do seu gabinete e visitar o local, a qualquer hora de qualquer dia. Tenho várias outras fotos, de ontem, da semana passada, do mês passado, do ano passado…

A situação é a mesma: Um caos que requer atenção da Superintendência de Limpeza Urbana de Maceió (SLUM); das equipes de vigilância epidemiológica e combate às endemias das Secretarias Estadual e Municipal de Saúde, e da Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito.

Vamos à SLUM: O lixo se avoluma no local, dia e noite, todos os dias. Toma parte da rua e toda a calçada, inviabilizando a passagem de pedestres, entre eles, estudantes da Escola Estadual Prof. Benedito de Moraes, margeada pelo grande volume de entulho descartado no local – móveis velhos, carcaças de veículos, metralha, pneus, casca de coco, eletrodomésticos.

E ninguém diga que recolhe todos os dias: às vezes passa semanas, com o mesmo lixo. E mais do que recolher, é preciso fiscalização diuturna, com punição dos responsáveis – que geralmente são pessoas estranhas à comunidade local.

Saúde pública: Mais que um péssimo exemplo para os alunos que estudam na escola cercada pelo lixo e um transtorno para quem mora e tem comércio no local, o problema é um atentado á saúde pública. Há cerca de uma semana, dezenas de pneus foram deixados no local. Ainda não foram recolhidos. Com a chuva que tem caído, é tempo suficiente para o ciclo inicial de reprodução do mosquito da dengue. Os pneus não são os únicos criatórios potenciais no meio daquele lixão. E nem o mosquito é o único problema. O lixo acumulado é ambiente fértil à proliferação de insetos e roedores que invadem residências e pontos comerciais.

Trânsito caótico: E o que é que a SMTT tem a ver com tudo isso? O lixo toma parte da calçada e da rua, inviabilizando o uso do passeio público. Some-se a isso a quantidade de carretas – a serviço de grandes transportadoras instaladas na área – que estacionam de qualquer forma, nesse trecho na Zeferino Rodrigues, muitas vezes impossibilitando o tráfego de outros veículos. Hoje pela manhã, não passava ninguém pela rua.

Ah, vale um lembrete. Por ser uma rua que abrange trechos dos bairros do Poço, Ponta da Terra e Pajuçara, o IPTU não é baratinho não, viu? E nele está inserido vários serviços públicos, entre eles a chamada ‘Taxa de Lixo’, cobrada pela coleta de lixo, capinação, recolhimento de resíduos de poda, limpeza constante das ruas e destinação final dos entulhos.

E o caos? Ninguém resolve!