22 de janeiro de 2022Informação, independência e credibilidade

Dia: 20 de dezembro de 2021

Lula é o melhor presidente da história para 43% dos evangélicos; Bolsonaro fica com 19%

Lula é o melhor presidente da história para 43% dos evangélicos; Bolsonaro fica com 19%

Política
Para 43% dos evangélicos, Luiz Inácio Lula da Silva (PT) foi o melhor presidente que o Brasil já teve. Isso é mais do que o dobro do montante (19%) que prefere Jair Bolsonaro (PL), segundo pesquisa Datafolha feita entre 13 e 16 de dezembro. No patamar geral, 51% dos brasileiros de todas as religiões veem no petista o auge do presidencialismo nacional, numa lista em que também pontuam FHC (7%), Getúlio Vargas (4%), Juscelino Kubitschek (4%) e, embolados com 1%, José Sarney, João Batista Figueiredo, Dilma Rousseff, Tancredo Neves (morto antes de assumir), Itamar Franco e Jânio Quadros. Como nas demais pesquisas Lula se aproxima dos 50% de votos para as Eleições 2022, evangélicos, portanto, são menos simpáticos ao petista do que a média de outros públicos. Mas a predileção pelo e
Parlamento aprova LOA 2022 no valor de R$ 12,6 bilhões

Parlamento aprova LOA 2022 no valor de R$ 12,6 bilhões

Alagoas
Em sessões ordinária e extraordinária realizadas nesta segunda-feira, 20, o plenário da Assembleia Legislativa deliberou e aprovou 36 processos de iniciativa dos parlamentares, do Executivo e do Judiciário estadual. Com destaque para o projeto de lei nº 673/2021, que trata da Lei Orçamentária Anual (LOA), que estima a receita e fixa a despesa do Estado para o exercício financeiro de 2022. Com isso, o Parlamento entra em recesso, só retornando às atividades no dia 15 de fevereiro do próximo ano. De acordo com a matéria, a receita bruta do Orçamento Geral do Estado para 2022 está estimada em R$ 16,38 bilhões, assim distribuídos: esfera fiscal: R$ 14.954.888.154,00; e esfera da seguridade social: R$ 1.428.061.244,00. A receita líquida das deduções constitucionais e legais estimada n
Cibele Moura comemora distribuição dos kits de higiene íntima para alunas da rede estadual

Cibele Moura comemora distribuição dos kits de higiene íntima para alunas da rede estadual

Alagoas
O anúncio de que o Governo do Estado iniciará a distribuição dos kits de higiene íntima (kit menstrual social) para alunas de 13 a 18 anos da rede estadual de educação, e que estejam em situação de vulnerabilidade social, foi abordado pela deputada Cibele Moura (PSDB) durante a sessão ordinária desta segunda-feira, 20. A parlamentar é autora da lei nº 8.478/2021, que define as diretrizes para a política pública Liberdade para Menstruar. “Aconteceu depois de muita discussão, que começou no dia 10 de março deste ano e continuou em junho, quando esta Casa aprovou o projeto e ele foi sancionado, em 26 de julho, pelo governador”, contou a parlamentar, acrescentando que desde a sanção da matéria era aguardada a entrega dos kits higiênicos. A deputada Cibele Moura observa que para al
Maceió inicia aplicação da dose de reforço com intervalo de 120 dias

Maceió inicia aplicação da dose de reforço com intervalo de 120 dias

Maceió
Maceió já deu início à aplicação da dose de reforço com 120 dias de intervalo da segunda A Prefeitura de Maceió inicia nesta segunda-feira (20) a aplicação da dose de reforço das vacinas contra a Covid-19 com intervalo reduzido de 120 dias contados a partir da data de aplicação da segunda dose das vacinas Aztrazeneca, Coronavac ou Pfizer. A medida segue determinação do Ministério da Saúde, conforme a NOTA TÉCNICA Nº 65/2021-SECOVID/GAB/SECOVID/MS. A dose de reforço com intervalo reduzido para 120 dias é direcionada a todas as pessoas com mais de 18 anos de idade e deve ser administrada a partir de 120 dias após a última dose do esquema vacinal (segunda dose), independente do imunizante aplicado. Quem tem pelo menos 18 anos e completou 120 dias da segunda dose das vacinas contra a
Alagoas já aplica dose de reforço para adultos e 4ª dose para imunossuprimidos

Alagoas já aplica dose de reforço para adultos e 4ª dose para imunossuprimidos

Alagoas
O Ministério da Saúde (MS) reduziu de cinco para quatro meses o intervalo para dose de reforço da vacina contra a Covid-19. A Secretaria de Estado da Saúde (Sesau) informa que as doses começam a ser aplicadas nesta segunda-feira (20) nos postos de vacinação dos municípios alagoanos. De acordo com a nota técnica do Ministério da Saúde, podem tomar a dose de reforço pessoas maiores de 18 anos que receberam a última dose do esquema vacinal (segunda dose), independente do imunizante aplicado, e todos os indivíduos imunocomprometidos acima de 18 anos de idade que receberam três doses no esquema primário (duas doses e uma dose adicional). Leia mais: Intervalo para dose de reforço é reduzido e imunossuprimidos terão 4ª dose Ou seja, pacientes imunossuprimidos receberão uma quarta dos
Intervalo para dose de reforço é reduzido e imunossuprimidos terão 4ª dose

Intervalo para dose de reforço é reduzido e imunossuprimidos terão 4ª dose

Brasil, Expresso
O Ministério da Saúde confirmou nesta segunda-feira, em nota técnica, a redução do prazo para a aplicação da dose de reforço vacinal contra a covid-19 de cinco para quatro meses, e também anunciou a aplicação de mais um reforço — ou quarta dose — para pacientes imunossuprimidos. No caso dos imunossuprimidos, o intervalo para a aplicação da nova dose será de quatro meses, a partir do primeiro reforço. "Uma dose de reforço da vacina Covid-19 para todos os indivíduos com mais de 18 anos de idade, que deverá ser administrada a partir de 4 meses após a última dose do esquema vacinal (segunda dose), independente do imunizante aplicado. A vacina a ser utilizada para a dose de reforço deverá ser, preferencialmente, da plataforma de RNA mensageiro (Comirnaty/Pfizer) ou, de maneira alternati
Comissão do Fecoep aprova projeto e garante R$ 12 milhões para rede acolhe

Comissão do Fecoep aprova projeto e garante R$ 12 milhões para rede acolhe

Alagoas
A comissão do Fundo Estadual de Combate e Erradicação da Pobreza (Fecoep) aprovou, por unanimidade, nesta segunda-feira (20), o novo projeto da Rede Acolhe, garantindo recursos para a execução das atividades no ano de 2022. Ao todo serão aplicados aproximadamente R$ 12 milhões em ações de acolhimento e reinserção social de dependentes químicos. Segundo a secretária-Executiva de Gestão Interna da Secretaria de Estado de Prevenção à Violência (Seprev), Elisa Valcácer, a aprovação deste novo projeto irá possibilitar ainda mais o fortalecimento da Rede Acolhe, que é referência para todo o país. “Iniciamos, já neste ano, a promoção de algumas mudanças positivas na Rede Acolhe, visando o aprimoramento do projeto para alcançar resultados ainda mais grandiosos, sobretudo na reinserção so
ALE aprova projeto que remaneja recursos para Governo de AL pagar servidores

ALE aprova projeto que remaneja recursos para Governo de AL pagar servidores

Alagoas
Durante a sessão ordinária desta segunda-feira, 20, foi aprovado em segundo turno, por unanimidade, o projeto de lei nº 776/2021, que altera o artigo 7º do Orçamento Geral do Estado vigente, aumentando o limite do percentual de remanejamento de créditos suplementares para 60%, inclusive para fins de transposição ou transferência nos Orçamentos Fiscal e de Seguridade Social, sob pena de engessamento do Orçamento Estadual. O deputado Silvio Camelo (PV) esclareceu que o Executivo não está pedindo recursos financeiros, mas dotação orçamentária para poder honrar com a folha de pagamento dos servidores públicos estaduais. “Os pagamentos que estão para ser feitos no serviço público só podem ser cumpridos se tiver dotação financeira e orçamentária. O que o Governo está pedindo é autorizaçã
Salário mínimo não deve ter aumento real em 2022, já fundão e emendas terão aumentos bilionários

Salário mínimo não deve ter aumento real em 2022, já fundão e emendas terão aumentos bilionários

Política
O relatório final do deputado Hugo Leal (PSD-RJ) para o Orçamento de 2022 prevê um acréscimo de R$ 3 bilhões ao fundo de financiamento de campanha eleitoral, totalizando R$ 5,1 bilhões. Além disso, prevê R$ 16,5 bilhões para emendas de relator —usadas como moeda de negociação política no Congresso. Além disso, o texto não prevê recursos para reajustes salariais a servidores —mesmo após solicitação do presidente Jair Bolsonaro (PL). O salário mínimo previsto é de R$ 1.210. A votação do parecer estava prevista para esta segunda-feira (20) na CMO (Comissão Mista de Orçamento). No entanto, divergências sobre os números apresentados pelo relator-geral provocaram o adiamento da reunião, que deve ocorrer só nesta terça-feira (21). Após a aprovação, será levado ao plenário do Congresso e
Renan condena intimidação de Bolsonaro à Anvisa e diz que Queiroga é criminoso

Renan condena intimidação de Bolsonaro à Anvisa e diz que Queiroga é criminoso

Blog, Marcelo Firmino
Relator da CPI da Covid-19, no Congresso Nacional, o senador Renan Calheiros (MDB-AL) considerou "assassina" a protelação do ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, para a vacinação das crianças. A vacina das crianças foi aprovada pela Anivsa, que hoje enfrenta uma crise diante da perseguição do presidente Jair Bolsonaro, Queiroga e apoiadores do governo, que estão ameaçando as vidas dos servidores agência Pelo Twitter, Calheiros se manifestou: "Toda semana é a mesma coisa: número de mortos é maior entre não vacinados e de internados também. A protelação assassina do ministro Marcelo Queiroga pra vacinar crianças é criminosa". O senador ainda parabenizou os servidores da Anvisa pela decisão de vacinar as crianças. Segundo ele, esta foi uma decisão com a preocupação de salvar vida