27 de janeiro de 2022Informação, independência e credibilidade
Alagoas

Alagoas é destaque nacional por ações de combate à evasão escolar

Pograma Cartão Escola 10 e sua importância contra o abandono estudantil foram exaltados

Alagoas foi destaque na mídia nacional pelas suas ações de combate à evasão escolar na rede estadual de ensino. Em reportagem publicada nesta quinta-feira (23) no portal UOL, o estado aparece como uma das cinco unidades da federação com iniciativas de apoio financeiro para impedir o abandono estudantil.

A reportagem da jornalista Ana Paula Bimbati expõe as estratégias dos estados para conter o avanço da evasão escolar em meio à pandemia. Alagoas aparece com o programa Cartão Escola 10, em que estudantes do ensino médio da rede estadual de ensino podem receber uma premiação de até R$ 2.600 se tiverem voltado às aulas presenciais com frequência escolar de mais de 80% e concluírem o ensino médio em 2021.

“O Cartão Escola 10 foi destacado como uma das iniciativas mais criativas de combate à evasão escolar. Nós vamos aplicar R$ 165 milhões neste primeiro ano para fortalecer a presença dos estudantes na escola e também ajudá-los. Além disso, triplicamos os recursos da merenda escolar”. Renan Filho.

O governador Renan Filho e o secretário de Educação, Rafael Brito, alinham programas para aprimorar o ensino na rede estadual

Na quinta-feira (22), o governador e o secretário de Estado da Educação, Rafael Brito, anunciaram o cronograma de pagamento do benefício para os alunos do ensino médio da rede estadual.

Serão dois calendários distintos: um que começa no próximo dia 27 para aqueles que já possuem a poupança social digital da Caixa Econômica Federal e outro, que inicia em 27 de janeiro, para os que ainda não possuem conta e que irão abri-la com o apoio da Secretaria de Estado da Educação (Seduc).

Ao todo, 116 mil alunos serão contemplados com o pagamento do benefício relativo ao ano letivo 2021.

“Este é o maior programa de repasses de recursos da educação no Brasil que, graças ao empenho do governador Renan Filho, estamos colocando em prática ainda esse ano. Receber esse destaque nacionalmente é mérito de todos as pessoas que fazem a rede pública estadual de Alagoas, professores, servidores, pais e alunos que, juntos, estão empenhados em transformar a realidade dos nossos estudantes”. Rafael Brito.

Outras ações

Além do Cartão Escola 10 e da triplicação da verba para a merenda escolar, a rede estadual de ensino empreendeu uma série de ações para combater a evasão escolar.

A primeira é o trabalho intenso e contínuo de Busca Ativa feito pelas escolas. Prática já existente na rede estadual desde antes da pandemia, o programa consiste no resgate de alunos afastados do ambiente escolar e, com o avanço da Covid-19, foi intensificada em diversas iniciativas que contam com o apoio da Unicef.

Essa prática foi reforçada com a promulgação da Lei 8.519 pelo governador Renan Filho em 07 de outubro. A mesma estabelece que as escolas públicas alagoanas devem comunicar aos pais ou responsáveis as ausências injustificadas dos estudantes em sala de aula “visando à adoção de medidas necessárias que possam vir a garantir a segurança e a integridade física do aluno”.

Outro investimento importante são os programas Professor Mentor e Vem que dá Tempo que, juntos, somam R$ 156 milhões  e oferecem, respectivamente, bolsas de R$ 250 para os estudantes que atuarem como monitores de seus professores mentores em projetos para a melhoria da aprendizagem de suas turmas e bonificação de até R$ 500 para pessoas acima de 18 anos que estavam afastadas da escola há mais de anos e desejem obter o diploma de conclusão do ensino fundamental – neste caso, a premiação é paga aos que frequentarem os cursos preparatórios e forem aprovados nas provas de certificação do programa.