14 de outubro de 2020Informação, independência e credibilidade
Esportes

Após Guarani enfrentar o CSA, que tem 80% de infectados, jogo contra Cruzeiro deveria ser adiado

Infectologista da Unicamp afirma ser muito arriscado a realização da partida, pois período de exames pode resultar em falsos negativos

Nesta terça-feira (11), a doutora Rachel Stucchi, infectologista da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), comentou em entrevista à Rádio CBN o alto número de casos de covid-19 em clubes da Série A e Série B.

Sua maior preocupação foi para com o jogo CSA x Guarani, em que nove atletas do time alagoano testaram positivo e, mesmo assim, a partida foi realizada.

“Este jogo jamais poderia ter acontecido. Porque nove atletas testaram positivo. Seus companheiros compartilharam os espaços na concentração e eram potenciais infectados. Só não foi detectado porque os exames deram falso negativo provavelmente”. Dra. Rachel Stucchi, infectologista da Unicamp.

No momento da entrevista, ela ainda não tinha conhecimento da atualização dos números do CSA: outros nove atletas do CSA testaram positivo para a covid-19, totalizando 18 casos, forçando a CBF a adiar a partida entre Chapecoense e CSA, marcada para esta quarta-feira (12), já que 80% do elenco está infectado.

Alerta ao Guarani

A doutora então fez um alerta ao Guarani: ela lembra que os exames têm taxa de 30% de falsos negativos e que após o contato com algum infectado, é necessário esperar de três a cinco dias para realizar um novo teste.

Menos de 24 horas depois do jogo contra o CSA, o Guarani realizou novos testes e divulgou os resultados na segunda-feira, sem nenhum novo infectado.

Entretanto, Stucchi, diz que esse teste deveria ser feito nesta terça ou quarta e que os resultados apresentados não garantem que os jogadores do Guarani não foram infectados, já que eles tivera contato com jogadores positivos do CSA.

Para saber se houve transmissão, é necessário esperar de três a cinco dias, ou seja, os testes deveriam ser feitos hoje ou amanhã. Essa coleta que foi feita 24 horas depois não garante que a covid-19 não foi transmitida. Todos que tiveram contato com os positivos deveriam cumprir dez dias de isolamento, com teste positivo ou não. Dra. Rachel Stucchi.

Apesar disso tudo, o Guarani entra em campo nesta terça-feira, às 20h30, quando estreia no Brinco de Ouro da Princesa, diante do Cruzeiro. “É muito arriscado. Esse jogo deveria ser adiado”, cravou a infectologista.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.