18 de maio de 2022Informação, independência e credibilidade
Alagoas

Davi Maia oficializa candidatura ao Governo do Estado

Deputado afirma que renúncia de Renan Filho deu fim a “era Calheiros, uma oligarquia que o povo alagoano já está cansado”

Em pronunciamento na manhã desta terça-feira, 19 de abril, o deputado Davi Maia (União Brasil) apresentou aos colegas da Casa seu plano de governo para o Estado de Alagoas.

Sua fala aconteceu momentos antes da oficialização de sua candidatura para governador, tendo em vista as eleições indiretas que serão realizadas pelo Parlamento por conta da dupla vacância gerada pela renúncia do ex-governador Renan Filho, no último dia 2 de abril, e de seu vice, Luciano Barbosa, que abriu mão do cargo ao eleger-se prefeito de Arapiraca, em dezembro de 2020.

O deputado chamou a situação de momento histórico. Maia se apresentou como candidato por acreditar ser ‘democraticamente necessário’.

“Minha candidatura é necessária porque precisamos fazer um contraponto e explicar à população a importância desse governo, que chamam de tampão, mas que vai durar 7 meses. Contrapor é importante na democracia. Seja direto ou indiretamente. Política não se faz só de vitória, mas de exposições de ideias”.

Maia deu exemplos de obras incompletas da última gestão. “Governo responsável por asfalto de farinha, Cisps que não funcionam e estão se deteriorando no Sertão e também de hospitais bonitos por fora, mas sem estrutura por dentro”, afirmou, declarando ainda que, com a renúncia de Renan Filho, teria chegado ao fim a “era Calheiros, uma oligarquia que o povo alagoano já está cansado”.

Declarando-se ‘oposição ativa’, Maia afirma que o novo Governo, eleito pelos deputados de forma indireta, precisa ser baseado em projetos e planos. Durante seu discurso, os demais deputados receberam da assessoria de Maia impressos com seu projeto de Governo.

Entre os principais eixos, estão a promoção de emprego e renda, redução da burocracia, ampliação do Canal do Sertão, eficiência governamental com utilização da tecnologia, construção de políticas públicas de longo prazo, livres de interesses políticos, e combate à pobreza, com auxílio para quem mais precisa.

Maia prometeu ainda implantar o piso de enfermagem, a construção de um quilometro por dia no Canal do Sertão, o fortalecimento da Agência Reguladora de Serviços Públicos do Estado de Alagoas, a implantação de uma política de prevenção de desastres naturais, um estudo ambiental para criação de uma reserva natural na Caatinga e uma reforma emergencial do estádio Rei Pelé.