28 de junho de 2022Informação, independência e credibilidade
Política

Deputado quer congelar tarifa de energia elétrica da Ceal privatizada

A empresa hoje se chama Equatorial Energia de Alagoas

 

Silvio Camelo: empresa ameaça demitir em massa

O tratamento dado pela Equatorial Energia de Alagoas (empresa que comprou a Ceal) aos consumidores alagoanos será investigado pela Assembleia Legislativa.

Neste sentido, o deputado estadual Silvio Camelo (PV) apresentou requerimento a Mesa da Assembleia, propondo o congelamento ou a diminuição da tarifa de energia elétrica no Estado.

O deputado elencou quatro razões na fundamentação de seu requerimento. A primeira foi a redução dos custos operacionais da empresa; Segundo, a quitação antecipada dos empréstimos do governo Dilma Rousseff, conhecido como conta ACR; depois a inexistência de concorrências para fornecimento de energia residencial, comercial e industrial em todo o estado; e, por fim, combate as perdas, conforme Edital de venda da Eletrobras.

O deputado parte do princípio que o consumidor alagoano não pode pagar uma conta tão cara e receber, em troca, um serviço tão abaixo de suas necessidades.

“Na verdade, a Equatorial desembarcou, em Alagoas, como que de pára-quedas. Assumiu o controle em um leilão sem concorrências e muitas promessas, mas não se posicionou quanto as vantagens que os consumidores receberiam com essa transação. Só promessas e nada mais”. Disse o parlamentar

Ele destacou que hoje o que se conhece da empresa são as ameaças de demissões e redução drástica do quadro da empresa, sem perspectivas de novas contratações, e tarifas que podem chegar a níveis insuportáveis.