2 de março de 2024Informação, independência e credibilidade
Blog

Deputado reage: ‘Esse comunista não deveria ter cadeira no STF’

Depois do “terrivelmente evangélico” quem será que deveria ter cadeira no STF?

Flávio Dino: Muito acima das mentes afoitas e ofensivas

O ministro da Justiça Flávio Dino é um ex-juiz federal e foi presidente da Associação dos Juízes Federais do Brasil de 2000 a 2002.  Governou o Maranhão de 2015 a 2022, depois de ter atuado como professor de direito e ter exercido a advocacia.

No País da idiotia, formada em bolhas da ignorância e do ódio, há os que reagem contra indicação dele para a vaga da ministra Rosa Webber, no Supremo Tribunal Federal.

Os que se acham mais letrados acusam a falta de “notório saber jurídico”, apesar do currículo de Flávio Dino. E há os que esperneiam por que o indicado é ministro do governo Lula.

Curioso: Os que rangem os dentes, batem o pé e fazem caras e bocas, agora, não o fizeram quando Jair Bolsonaro indicou o “terrivelmente evangélico”, André Mendonça.

Nem o fizeram quando o indicado foi Nunes Marques.

Há ainda os que protestam, como o deputado federal alagoano Alfredo Gaspar, que  ao questionar a imparcialidade do ministro, reagiu em vídeo: –Esse comunista não deveria ter cadeira no STF.

Quem será que deveria ter?

Enfim, o conteúdo, quando puro e consistente, merece consideração. O contrário é perceber cada um a navegar em sua própria escuridão.

 

 

 

One Comment

Comments are closed.