29 de maio de 2022Informação, independência e credibilidade
Alagoas

Fapeal concede 50 bolsas de iniciação científica e 50 auxílios a orientadores

Chamada é uma ação conjunta entre as instituições, que visa promover nos alunos a vocação para inovação e o empreendedorismo

Incrementando o pacote de editais do Trekking da Ciência, a Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Alagoas (Fapeal) lançou, na última sexta (25), o Programa de Iniciação Científica Júnior (Pibic Jr.), garantindo bolsas e taxas de bancada a rede Sesi/Senai Maceió.

A chamada é uma ação conjunta entre as instituições, que visa promover nos alunos a vocação para inovação e o empreendedorismo através de projetos científicos e tecnológicos.

A cooperação, iniciada em 2019, encoraja estudos para encontrar soluções de problemas concretos, oferecendo oportunidades de aproximação do universo científico e de vivências empreendedoras. Deste modo, são alinhados os conteúdos teóricos e as necessidades e oportunidades locais. Logo, a escola acaba se aproximando das comunidades e une a pesquisa à realidade.

Em reunião com o diretor-presidente da Fapeal, a diretora executiva de educação e tecnologia das escolas Sesi/Senai, Cristina Suruagy, citou que este trabalho promovido gera uma grande diferença e impacto nas vidas dos jovens:

“Acredito que o maior incentivo que a gente possa dar é dar essa visão de iniciação cientifica ainda na educação básica. Isso faz com que a gente receba por parte das universidades e das faculdades em geral toda uma fala de como esse aluno chega muito melhor preparado para esses ambientes, seja da universidade, seja do ambiente de trabalho”.

Já o diretor-presidente da Fapeal, Fábio Guedes, complementou citando a relevância da parceria na qual as instituições irão fomentar 50 bolsas aos alunos e 50 taxas de bancadas aos professores, para apoiar os estudos durante os 12 meses de vigência dos projetos.

“É uma satisfação vincularmos esses garotos do Sesi/Senai com a Fapeal, que tem essa finalidade de fomentar a formação de pessoas e também no desenvolvimento cientifico e tecnológico que nós sabemos que as escolas Sesi/Senai são espetaculares nesse sentido”, frisou o presidente da Fapeal Fábio Guedes.