22 de outubro de 2020Informação, independência e credibilidade
Maceió

JHC defende ampliação do acesso ao esporte e gestão compartilhada de praças e parques

Propostas também contemplam finalização de obras inacabadas de equipamentos públicos esportivos

No Benedito Bentes, uma obra inacabada chama atenção, é o Centro de Iniciação ao Esporte (CEI), o equipamento deveria beneficiar o bairro mais populoso de Maceió. JHC fez uma visita recente ao local e defende a finalização da construção em seu mandato.

Além de terminar o que ficou inacabado, o candidato a prefeito vai ampliar e melhorar a prática esportiva nas escolas municipais, investindo em recursos humanos e materiais.

“Estive na Praça Padre Cícero, no Benedito Bentes, e visitamos a obra inacabada do Centro de Iniciação ao Esporte (CEI), que ofertaria modalidades olímpicas e paraolímpicas. Vamos resgatar e terminar a construção, realizar esse sonho que tem um alcance grande, para os 88 mil moradores do bairro. Em Maceió, teremos uma gestão num ritmo diferente, resgatando tudo que está empoeirado, parado e entregando para população”. JHC.

A prática esportiva traz qualidade de vida e melhora o aprendizado dos estudantes. Entre as propostas de JHC para a verdadeira mudança de Maceió está o aumento da oferta esportiva no contra turno escolar e no período de férias escolares.

Além disso, a ampliação das obras de infraestrutura, contemplando convênios com Clubes da Comunidade e outros equipamentos municipais a exemplo dos parques e núcleos esportivos.

“Pensando em compartilhar a responsabilidade sobre a preservação dos equipamentos públicos bem como o uso responsável, também estimularemos a auto-gestão das praças e parques por associações civis, usando da fiscalização e interlocução com as Prefeituras Regionais. É um modo de incluir ainda mais a população na política e na administração dos bens públicos”. JHC.

Segundo dados do IBGE, apenas 19% dos alagoanos acima dos 15 anos praticaram algum esporte em 2015. Nesse sentido, JHC pretende ampliar o acesso à atividade física e esportiva gratuita e monitorada para a população, observando-se as particularidades de faixas etárias, de gênero e deficiência empregando recursos humanos com preparo e em quantidade suficiente para atendimento de boa qualidade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.