18 de maio de 2022Informação, independência e credibilidade
Justiça

Justiça de Alagoas recomenta que servidores evitem máscaras de tecido

Setor médico recomenda, no mínimo, o uso de máscaras cirúrgicas de 3 camadas, para todos os servidores e magistrados

Diante do aumento de casos de Covid-19 e Influenza no Brasil e em Alagoas, o Departamento de Saúde e Qualidade de Vida (DSQV) do Tribunal de Justiça de Alagoas reforça a recomendação para que servidores e magistrados adotem as medidas individuais de prevenção, com especial atenção para o uso de máscaras faciais realmente efetivas.

De acordo com o DSQV, considerando as novas variantes e após novos estudos, sabe-se que as máscaras de tecido não possuem características que proporcionam uma maior proteção aos servidores.

O setor médico recomenda, no mínimo, o uso de máscaras cirúrgicas de 3 camadas, para todos os servidores e magistrados. Outra alternativa são as máscaras de padrão PFF2 ou N95, que possuem proteção superior às cirúrgicas.

Já os profissionais da área de saúde devem necessariamente utilizar máscaras de padrão PFF2 ou N95.

Outros cuidados básicos são lavar as mãos com água e sabão sempre que possível, ou, na impossibilidade, usar álcool 70%; e nunca tocar boca, olhos e nariz com as mãos não higienizadas.