21 de junho de 2021Informação, independência e credibilidade
Maceió

Mais de 170 toneladas de lixo são retiradas da rede de drenagem em Maceió

Lixo obstrui galerias e provoca pontos de alagamento no período chuvoso

Infraestrutura realiza limpeza em galerias diariamente. Foto: Wilma Andrade/Ascom Seminfra

De janeiro até o momento, foram retiradas cerca de 176 toneladas de lixo da parte interna da rede de drenagem em toda cidade. O descarte irregular de lixo feito pela população traz danos principalmente no período de chuvas.

A Prefeitura de Maceió tem buscado, de maneira diária, minimizar o problema com trabalhos de manutenção e limpeza das galerias e bocas de lobo.

O objetivo das intervenções é evitar que os resíduos sólidos que se acumulam nas galerias e na rede de drenagem prejudiquem a vazão das águas.

Equipes trabalham para melhorar vazão das águas

A falta de consciência coletiva sobre os riscos do descarte irregular de resíduos é um fator determinante para que esse comportamento seja contínuo.

“Nossas equipes já encontraram pneus de veículo, celular, garrafas pet, plásticos, bonecas, restos de televisão, parachoque de carro, sapato, entre outros. Precisamos que os maceioenses sejam mais conscientes e evitem jogar sujeira em locais inadequados”. Gabriel Rodas, coordenador geral de drenagem.

O secretário municipal de Infraestrutura, Nemer Ibrahim, comentou sobre a cultura de intensificar os serviços de limpeza em pontos que são tidos como crônicos na cidade e destacou que é preciso entender e educar aquele cidadão que suja os espaços públicos.

“A Prefeitura vem trabalhando com muito afinco, porém nós precisamos que a comunidade faça sua parte, não só nós ajudando na fiscalização desses pontos e fazendo a comunicação para os órgão competentes de limpeza, mas principalmente descartando o lixo de forma correta. Lixo é para ser colocado no lixo”. Nemer Ibrahim.

Prefeitura pede que população faça sua parte