26 de junho de 2022Informação, independência e credibilidade
Política

Marcelo Beltrão solicita sessão especial para debater “Golpe do Diploma”

De acordo com o parlamentar, cerca de 20 mil pessoas podem ter sido lesadas com o “golpe do diploma” em Alagoas e outros estados.

O deputado Marcelo Beltrão (MDB) disse que defenderá no plenário da Casa uma educação pública de qualidade e que essa será a meta a ser perseguida durante seu mandato no Parlamento. Ele reforçou que só através da Educação se pode sanar os problemas que afligem áreas como segurança pública e saúde.

Como primeira ação, Beltrão apresentou um requerimento solicitando a realização de uma sessão especial para debater sobre a existência de faculdades fantasmas que deram origem ao chamado “golpe do diploma”, que foi aprovada durante a ordem do dia desta terça-feira, 26.

De acordo com o parlamentar, cerca de 20 mil pessoas podem ter sido lesadas com o “golpe do diploma” em Alagoas e outros estados.

“É de suma importância que esse tema seja debatido e essa Casa leve adiante o que acontece em Estados como Pernambuco, que já realizou uma CPI, mas que em Alagoas possamos dar exemplo de tentar reaver os direitos dessas pessoas que estão sendo lesadas. Pois, trata-se de um golpe de estelionato. Vamos fazer da política um instrumento capaz de melhorar a vida das pessoas”. Marcelo Beltrão (MDB), deputado estadual.

Em aparte os deputados Tarcizo Freire (PP), Davi Maia (DEM), Francisco Tenório (PMN), Inácio Loiola (PDT) e a deputada Jó Pereira (MDB) contribuíram com o pronunciamento de Marcelo Beltrão. “O combate ostensivo à violência não se faz com o uso da força policial, mas com uma educação de qualidade”, declarou Jó Pereira.

O deputado Tarcizo ressaltou a importância da alfabetização. Já o deputado Francisco Tenório observou que os recursos do Fundeb deveriam ser melhor aplicados, principalmente na qualificação dos professores.