21 de junho de 2021Informação, independência e credibilidade
Brasil

Mesmo sem aval da Anvisa para testes, Butantan produção da ButanVac

Agência negou a autorização e pediu o complemento de documentação por parte do Butantan

O Instituto Butantan anunciou que começa a produzir ainda hoje as primeiras doses da ButanVac, a vacina contra a covid-19 que promete ter produção 100% nacional, sem a necessidade da importação de matéria-prima.

O imunizante, porém, ainda precisa de um aval da Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) para iniciar os testes clínicos em humanos.

Ontem, a agência negou a autorização e pediu o complemento de documentação por parte do Butantan, que se comprometeu em atender às exigências da Anvisa.

Segundo o diretor do Butantan, Dimas Covas, a instituição ligada ao governo paulista começará a produzir um primeiro lote com um milhão de doses, mas tem a expectativa de produzir 18 milhões de doses até junho.

O anúncio do início da produção vem num momento em que o país enfrenta uma escassez de oferta de doses da CoronaVac, a vacina contra a covid-19 envasada pelo Butantan com insumos vindos da China.

De acordo com a instituição, será usada para a fabricação da ButanVac uma linha de produção que vinha sendo utilizada para a vacina contra a gripe.