26 de junho de 2022Informação, independência e credibilidade
Governo

Obras de saneamento vão dobrar rede de esgotamento na Capital

Contratos de financiamento foram assinados pelo governador Renan Filho

Em um ano e meio, Maceió terá sua capacidade de coleta e de tratamento do esgoto sanitário dobrada com as obras de ampliação executadas pelos consórcios Sanama e Sanema.

Para dar continuidade aos serviços e garantir a conclusão, o governador Renan Filho assinou os contratos de financiamento com o Banco do Nordeste (BNB) para o repasse de recursos aos consórcios da Parceria Público-Privada (PPP) firmada.

Somados, os dois financiamentos passam de R$ 267 milhões. As obras vão beneficiar uma população de mais de 360 mil pessoas da capital. No total, serão investidos R$ 474 milhões. Segundo o governador, esse é o maior investimento da história de Maceió em esgotamento sanitário, feito de uma única vez.

Além do governador, assinaram os contratos de financiamento, o secretário de Estado da Infraestrutura, Fernando Melro Filho, o presidente da Companhia de Saneamento de Alagoas (Casal), Clécio Falcão, os representantes das empresas e o superintendente do BNB em Alagoas, Pedro Ermírio.

A Sanama mantém com o Estado, por meio da Casal, um contrato de Parceria Público-Privada para implantação de um sistema de esgotamento sanitário na parte alta de Maceió, incluindo o Tabuleiro do Martins, o Benedito Bentes e bairros adjacentes.

As obras já começaram e estão com 12% dos serviços executados, inclusive com a construção da estação de tratamento de esgoto (ETE), situada no Benedito Bentes.

Pelo contrato de financiamento com o BNB, o consórcio Sanama vai receber R$ 134.557.919,61 para dar continuidade às obras. Ao final do projeto, serão beneficiadas com rede coletora e de tratamento de esgoto cerca de 160 mil pessoas da parte alta da capital.