26 de janeiro de 2021Informação, independência e credibilidade
Alagoas

Paulão diz que trabalhadores lutam também contra vírus instalado no Planalto

No dia dedicado ao trabalhador, deputado diz que Bolsonaro é o grande responsável pela tragédia brasileira

Paulão: Bolsonaro estimulou o povo a desrespeitar a quarentena, o isolamento.

No dia dedicado ao trabalhador, o deputado federal Paulão, pelas redes sociais, deixou claro que neste momento é preciso que todos entendam a necessidade de uma luta ferrenha pela vida.

Disse ele que o Brasil enfrenta uma pandemia que já matou cerca de 6 mil pessoas e o presidente da República está a dizer “e daí?”, como se nada tivesse com isso.

“Ele tem tudo a ver. Ele estimulou o povo a desrespeitar o isolamento social e seus seguidores partiram para fazer aglomerações nas cidades reproduzindo o que o senhor Bolsonaro disse que era apenas uma gripezinha”. Delarou.

O efeito da irresponsabilidade do presidente, segundo Paulão, levou o Brasil a viver a tragédia de forma avassaladora. A curva ascendente da pandemia no País, de acordo com os dados já é maior do que a da China e uma das maiores do mundo.

“Vejam que ele trocou de ministro para flexibilizar o isolamento e o cidadão que ocupou o ministério se calou, diante do desastre que está vivendo e até por que não sabe mesmo que o fazer, pois na verdade o atual ministro da saúde sempre foi um investidor de hospitais privados e não um homem de saúde pública”, acrescentou Paulão

Trabalhadores contra o vírus

De acordo com o deputado, a responsabilidade de Bolsonaro na tragédia brasileira é tão grande que ele haverá de ser cobrado pela sociedade em futuro breve. “As pessoas vão cair em si e ver o que ele causou, fazendo pouco caso da pandemia, da vida do trabalhador, dos idosos e da população que mais precisa”, assinalou.

Paulão disse que até o auxílio emergencial para os trabalhadores autônomos só saiu por que a oposição pressionou o presidente da Câmara dos deputados e o presidente do Senado para rejeitar a proposta de R$ 200 que Bolsonaro havia feito. Hoje se paga R$ 600 graças a atuação dos parlamentares que cobraram o mínimo de responsabilidade do governo, segundo o deputado.

Paulão fez uma postagem no Twitter em comemoração ao 1º de maio – dia do trabalhador, dizendo que a luta de todos  “não é só contra a pandemia, mas também contra o vírus instalado no Planalto que retira direitos dos trabalhadores.”