28 de junho de 2022Informação, independência e credibilidade
Blog

Posse na Assembleia Legislativa: de boi para jeep, o ritual parlamentar alagoano

Deputados e a louca vontade de aparecer

Quando se imagina que o parlamento deveria ser levado a sério por uns e outros eleitos nesse País continental, a cada legislatura, seja aqui ou acolá, há sempre alguém com uma vontade louca de aparecer à qualquer custo.

Tarcizio, em 2015
Bebeto, em 2019

Na legislatura passada na Assembleia Legislativa, em 2015,  um deputado de Arapiraca, Tarcízio Freire, chegou até à entrada do parlamento estadual montado em boi e ele devidamente trajado de paletó e gravata.

De lá para cá os tempos mudaram demais. E como mudaram. Desta vez, o aparecido foi deputado Cabo Bebeto, que chegou de boina militar, à bordo de um jeep Wyllis sem capota.

Enquanto isso, dentro do plenário, em meio a fotos familiares e selfies para todos os gostos,  velhos e novos parlamentares se irmanavam para eleger o deputado palmeirense Marcelo Vitor, presidente do poder. Voto na urna, mesa diretora eleita e Vitor, o comandante geral.

Agora, o que se espera é que as labaredas da fogueira das vaidades se abrandem e suas excelências passem de fato a trabalhar em defesa da coletividade, mas com a seriedade que o cargo exige.

Mas, se não o fizerem eles bem sabem que não haverá problema. Afinal, o eleitor estará sempre no mesmo lugar. Assim tem sido historicamente e certamente não vai mudar.

O povo vota e, portanto, tem o parlamento que merece. É assim que é. Então segue o baile, digo, o jeep.

Ou o boi?