26 de junho de 2022Informação, independência e credibilidade
Maceió

Prática do descarte irregular agrava problemas durante o período chuvoso

Para evitar o hábito, a Prefeitura de Maceió oferta diversos equipamentos de forma gratuita

Prática do descarte irregular agrava problemas durante o período chuvoso
Descarte irregular: prática negativa agrava problemas durante o período chuvoso. Foto: Ascom Sudes
A prática de descartar seus resíduos de forma irregular é um dos fatores que causam o entupimento de bueiros e galerias. Além disso, o lixo despejado em ruas e praças acaba sendo arrastado para os canais existentes e acabam indo parar nas praias da capital.

Somente este ano, até a metade do mês maio, a Superintendência Municipal de Desenvolvimento Sustentável (Sudes) recolheu mais de 120 mil toneladas de resíduos em pontos de crônicos de descarte irregular.

Para evitar a prática, a Prefeitura de Maceió oferta diversos equipamentos, como os 32 Pontos de Entrega Voluntária (PEVs) espalhados pelas principais praças e ruas da cidade, que servem para reunir os recicláveis descartados pela população.

Ou os cinco Ecopontos construídos em bairros estratégicos para receber restos de poda de árvore, materiais inservíveis e resíduos da construção civil (até 1m³).

Além do mais, a coleta domiciliar está presente em toda a capital.

Para que o resíduo descartado não se torne um problema para todos, o cidadão deve se atentar ao horário que o serviço atende seu bairro, colocando o lixo na porta apenas no momento em que os coletores estejam na região, estando sujeito a multa em caso de não cumprimento da regra, de acordo com o Código Municipal de Limpeza Urbana.

Máquina recolhe lixo descartado de forma irregular pela população. Foto: Ascom Sudes
Máquina recolhe lixo descartado de forma irregular pela população. Foto: Ascom Sudes

Ronaldo Farias, superintendente da Sudes, explica que o descarte irregular causa problemas até para o próprio infrator.

“As chuvas arrastam uma grande quantidade de resíduos para bueiros, galerias e canais. Isso pode provocar o entupimento desses equipamentos, com prejuízos imediatos para a população da localidade, como os transbordamentos. Por isso, é essencial que as pessoas se conscientizem da necessidade do descarte adequado do lixo domiciliar”.

Além de descartar de forma correta, a população também pode ajudar denunciando. Ao flagrar um descarte inadequado, o cidadão deve entrar em contato com o órgão enviando fotos e vídeos do flagrante através do WhatsApp 98802-4834 ou solicitar informações pelo 0800 082 2600 ou pelo número 156.

Caso seja constatada a infração, o autor pode ser multado, de acordo com o Código Municipal de Limpeza Urbana.

“Nós ofertamos diversos serviços e equipamentos para que o cidadão fique ao nosso lado na limpeza da cidade e contenção de riscos em períodos de chuvas. Mas, caso a população ainda queira fazer da maneira errada, poderão sem multadas pela falta de consciência e cuidado com a cidade”.