21 de janeiro de 2022Informação, independência e credibilidade
Alagoas

Preparado? Que tal ampliar conhecimentos com educação profissional à distância?

Senac e Senai ampliam oferta com programação de aulas remotas e modalidade EAD. Tá esperando o que?

Não resta dúvida de que a pandemia da Covid-19 está exigindo de todos e todas uma série de adaptações para conquistar ou se manter no mercado de trabalho, exercendo atividades que antes pareciam simples e comuns. O processo de distanciamento social que se fez necessário diante do avanço e do estrago provocado pelo coronavírus ao redor do mundo, desde o início do ano, impôs um novo modo de fazer não só àqueles que estavam na fila de espera de uma oportunidade de trabalho, mas também profissionais já posicionados no mercado tiveram que reaprender; que se reinventar e encarar os novos desafios para se manter ou ir em busca de um emprego. Claro que leva vantagem quem já tem formação e qualificação profissional. Mas, se entre estes, pesa a necessidade de encarar uma atualização de conhecimentos, imagina para quem não tem ainda qualificação ou não tem buscado atualização.

De acordo com o Senac, uma pesquisa realizada pela Robert Half, empresa global de consultoria de recursos humanos, aponta que 59% dos recrutadores se queixam sobre a dificuldade de encontrar profissionais qualificados no mercado. Ainda segundo a pesquisa, o índice de desemprego entre os profissionais qualificados é significativamente inferior em relação à população geral, mesmo diante do cenário imposto pelo novo coronavírus. No primeiro trimestre de 2020, por exemplo, enquanto a desocupação na população geral era de 12,2%, o universo de qualificados desempregados era de 5,7%.

Nesse cenário, é hora de avaliar – empregados e desempregados – se as próprias qualificações técnicas estão alinhadas ao momento atual e às expectativas do mercado. E tratar de correr atrás.

Quer uma dica? Os sistemas Senac e Senai oferecem bons cursos, em vários níveis de aprendizagem comercial e industrial, e que são muito bem reconhecidos no mercado, e nesse período de pandemia, existe um leque de opções para estudar on-line; cursos de curta, média e longa duração, alguns até gratuitos, uns com preços bem acessíveis, outros nem tanto. Você pode encontrar opções de R$ 30 a R$ mais de 3 mil, dependendo da especificação, duração/carga horária, nível de qualificação e outros fatores. O Senac divulgou que está com inscrições abertas para diversas capacitações neste mês de agosto, todos online, seguindo a normatização do Ministério da Educação e das autoridades de saúde nas medidas de prevenção à Covid-19.

Há opções de cursos de indiomas, gestão de negócios, gastronomia, beleza, turismo, tecnologia da informação, cursos técnicos, até de pós graduação, com aulas remotas e na modalidade Educação a Distância (EAD). Nos dois casos, o aluno vai precisar ter acesso a smartphone, tablet ou computador, e uma boa internet. E qual a diferença entre as duas modalidades? O próprio Senac explica: no modo remoto, as aulas online acontecem em tempo real (ou seja, professores e alunos devem estar, necessariamente, conectados ao mesmo tempo, nos dias e horários de aulas presenciais), a interação é ao vivo e o material didático, testes e avaliações são desenvolvidos e aplicados pelos instrutores.

Já o modelo EAD, há flexibilidade de horários. As aulas são gravadas e disponibilizadas no sistema de aprendizagem; professores e alunos não precisam estar presentes nos mesmos horários. Os contaúdos são padronizados e existe a figura do tutor para esclarecer dúvidas.

Consulte aqui e grade de programação do Senac para este mês de agosto.

Inscrições: Acesse ead.senac.br, escolha o curso e o polo (Maceió e Arapiraca), e realize a sua inscrição para a modalidade EAD; e para cursos remotos, é preciso acessar o portal do aluno na barra superior do site www.al.senac.br, realizar o cadastro no ambiente do aluno, acessar a matrícula online, selecionar o curso desejado e efetivar a matrícula.

Fizemos uma consulta no site do Senai e também nos deparamos com alguns cursos na área industrial, com matrícula aberta, inclusive gratuitos, nas áreas de educação ambiental, finanças pessoais, segurança do trabalho, desenho arquitetônico, entgre outros mais específicos (pagos), como eletromecânica, técnico edificações, desenvolvimento web, mas para saber detalhes de cada um, preço, duração, é preciso prencher um cadastro enorme e criar uma conta. Esse mesmo cadastro vai servir para efetuar matrícula, se você optar por algum curso.