25 de outubro de 2020Informação, independência e credibilidade
Eleições 2020

PT questiona pesquisa do Ibope e diz que vai à luta com a militância

PT diz que partido tem musculatura e que candidatura de Ricardo Barbosa vai crescer

Marcelo Nascimento: ceticismo em relação a pesquisa do Ibope em Maceió

O diretório do Partido dos Trabalhadores, em nota assinada pelo seu presidente em Maceió, Marcelo Nascimento, reagiu aos números da pesquisa do Ibope sobre as eleições na capital.

A pesquisa que traz os candidatos Alfredo Gaspar e JHC em empate técnico, também não aponta uma boa posição do PT em relação aos partidos de esquerda. O PT aparece com 2%, empatado com o Psol, e coloca a UP, em vantagem com 3%.

Nascimento questiona inclusive o fato de a pesquisa colocar também em empate técnico a candidata da UP, Lenilda Luna, com o canidato Davi Filho (PP), que tem uma megaestrutura de campanha e é o canidato da maior coligação. Davi aparece apenas com 5% no Ibope e Lenilda 3%. A margem de erro da pesquisa é de 3%, o que coloca os dois candidatos empatados.

Por essas e outras questões levantadas, como o fato de a pesquisa ter sido feita por telefone, o presidente do PT disse que não pode dar crédito a uma amostragem dessa natureza.

Na íntegra, a nota do Partido dos Trabalhadores:

Sobre a pesquisa Ibope divulgada nesta sexta-feira, 9, gostaria de tecer algumas opiniões:

1. Sou bastante cético a pesquisas realizadas por telefone, principalmente celular, porque não tem como mensurar a localização geográfica por bairro dos 500 entrevistados, além da definição do perfil socioeconômico, possívelmente de classe média.

2. Acreditar em empate técnico em Davi Davino Filho (PP) e Lenilda Lua (UP) não é algo que se possa considerar como razoável, principalmente pela margem de erro da pesquisa, considerando a posição que ele tem ocupado das últimas pesquisas de opinião, o grupo de partidos, lideranças políticas e apoios conquistados nessas semanas que antecederam as convenções. Objetivamente não podemos subestimar o potencial eleitoral de Davi Filho, apoiado por muitos deputados estaduais, vereadores e pela família do ex-senador Benedito de Lira, além do trabalho assistencial realizado na periferia de Maceió pela sua Fundação Brasil.

3. Acredito no crescimento da candidatura do PT, com Ricardo Barbosa e Élida Miranda, considerando a musculatura que a militância petista e simpatizantes tem em Maceió. Quando as intervenções de Lula, Dilma e Haddad começarem a serem veiculadas no guia eleitoral, a candidatura do PT tende a ter um crescimento razoável. Com a ameaça de não realização de debates pelas emissoras de TV, o guia eleitoral terá papel imprescindível e nesse ponto estamos em vantagem em razão da boa desenvoltura de Ricardo Barbosa. A terceira via será pela esquerda.

4. A polarização entre Alfredo Gaspar e JHC é fato e vai se consolidar com o guia eleitoral conduzido por grandes profissionais de marketing, já que a tendência circunstancial é à campanha sair um pouco das ruas em razão da pandemia e ocupar prioritariamente os palanques eletrônicos.

Por fim, a militância petista e historicamente mobilizadora e aguerrida terá um papel fundamental no nosso posicionamento nesse cenário político de Maceió, tanto em relação a candidatura majoritária quanto a as candidaturas proporcionais, contribuindo para que o PT tenha presença e ocupe espaços de interlocução política no maior colégio eleitoral do estado de Alagoas.

Vamos a luta!

Marcelo Nascimento
Presidente PT Maceió

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.