21 de junho de 2021Informação, independência e credibilidade
Brasil

Renan diz a Bolsonaro que não gaste tempo com a inércia e que investigará todos se houver necessidade

Bolsonaro fez provocação a CPI pedindo para o senador investigar o governador de Alagoas

Bolsonaro provoca Renan Calheiros e pede para CPI investigar Renan Filho

Em resposta as provocações do presidente Jair Bolsonaro, o senador Renan Calheiros (MDB-AL) disse nesta quinta-feira, 6, que quem mata as pessoas é a pandemia, devido a inércia na tomada de atitudes por parte das autoridades do governo federal.

O senador se manifestou após as declarações de Bolsonaro que pediu que a Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Covid investigue também o governador Renan Filho (MDB-AL).

Sem citar o nome de Renan Calheiros, Bolsonaro disse que suas frases “não matam ninguém” e que o que tira vidas é “desvio de recurso público, que seu estado desviou”, se referindo à Alagoas.
 Ainda na sessão da CPI, Calheiros rebateu:
-Com todo respeito ao presidente, o que mata é a pandemia, pela inércia que eu torço que não seja dele (Bolsonaro). Não queremos fulanizar isso. Com relação ao estado de Alagoas, que ele não gaste seu tempo ociosamente como tem gasto seu tempo enquanto os brasileiros estão morrendo. Aqui nesta CPI, se houver necessidade, todos serão investigados, sem exceção.
O governador de Alagoas, Renan Filho, ainda não se manifestou sobre a provocação do presidente Jair Bolsonaro.