18 de maio de 2022Informação, independência e credibilidade
Alagoas

Renan Filho autoriza construção de clínica da família e creche em Maceió

Pacientes terão acesso a medicamentos da farmácia básica, vacinação, pré-natal, coleta de exames laboratoriais, ações de planejamento familiar, raio-X e ultrassom

O governador Renan Filho assinou, na manhã desta terça-feira (22), as ordens de serviço para a construção de uma Clínica da Família e de uma Creche do Programa Criança Alagoana (Cria).

Os equipamentos estão orçados em cerca de R$ 20 milhões e serão erguidos na área do Parque Linear da Grota do Cigano, em Maceió, entre os bairros do Jacintinho e Mangabeiras, onde a solenidade foi realizada.

“Aqui, nas imediações, a gente tem o programa Vida Nova nas Grotas, o Parque Linear, e a UPA (Unidade de Pronto Atendimento) do Jacintinho, que o Estado já entregou à população; ao lado dela, estamos finalizando as obras do Hospital da Criança e aqui, no Parque Linear, vamos fazer dois equipamentos fundamentais: uma Creche do Cria, para 200 alunos em tempo integral; e uma Clínica da Família para levar mais atendimento em Atenção Básica para as pessoas”. Renan Filho.

Ele assinou as ordens de serviço juntamente com os titulares das três pastas envolvidas com as obras: Rafael Brito, da Educação; Mosart Amaral, do Transporte e Desenvolvimento Urbano; e Alexandre Ayres, da Saúde.

De acordo com o governador, a Clínica da Família deve ficar pronta em até seis meses e a Creche Cria, em quatro. “São obras rápidas”, assegurou.

Os equipamentos serão erguidos no terreno onde o Governo do Estado está construindo o Parque Linear da Grota do Cigano, que integra as ações do programa Vida Nova nas Grotas. As obras estão em fase de conclusão.

“A previsão para entrega do Parque Linear é no final de março. A população vai poder usufruir desse espaço, que fica entre os bairros de Mangabeiras, Cruz das Almas, Jacintinho e aqui, na Grota do Cigano, onde residem em torno de 35 mil pessoas e não havia um espaço sequer de lazer”. Mosart Amaral.

“O Governo do Estado comprou esse terreno para democratizar o acesso à comunidade; derrubou o muro, abriu as portas, construiu quadra de esportes, área de lazer, creche, Clínica da Família. Esse é um Governo que visa atender o interesse público, das pessoas”, completou Renan Filho.

Clínica

A Clínica da Família receberá investimento de mais de R$ 15 milhões. Esta é a terceira unidade com obras em execução na capital. As outras duas estão sendo erguidas na parte alta de Maceió.

O secretário Alexandre Ayres afirmou que a construção dos novos equipamentos representa o início de uma nova fase para a saúde pública da cidade, por meio do fortalecimento da Atenção Básica.

“Maceió é uma das capitais no Brasil com uma das menores coberturas da Atenção Básica. Nós fizemos um grande investimento em Média e Alta complexidade, não só na capital como no interior do Estado, mas a base, a pirâmide do SUS, é fortalecida pela Atenção Básica, que é o lastro de todo o sistema de saúde. A cada Real investido na Atenção Básica, a gente economiza quatro reais na Média e na Alta Complexidade”. Alexandre Ayres.

A Clínica da Família atuará na Atenção Básica, atendendo à população da 1ª Macrorregião de Saúde, residente, principalmente, nos bairros de Mangabeiras, Jatiúca, Cruz das Almas e Jacintinho.

O equipamento contará com seis equipes completas de Saúde da Família, formadas por médico, enfermeiro, auxiliares de enfermagem, agentes comunitários de saúde, cirurgião-dentista, auxiliar de consultório dentário ou técnico de higiene dental.

Os pacientes terão acesso a medicamentos da farmácia básica, vacinação, pré-natal, coleta de exames laboratoriais, ações de planejamento familiar, raio-X e ultrassom.

Creche

Já a Creche Cria terá capacidade para atender até 200 crianças em tempo integral e vai gerar 40 empregos diretos a profissionais que atuam na Educação Infantil. Está orçada em R$ 4,5 milhões.

“A Creche Cria é equipada, entregue pronta com ar-condicionado, equipamentos e material didático. O município tem, tão somente, a responsabilidade de colocar a criança dentro para estudar”. Rafael Brito.